Correio Central
Voltar Notícia publicada em 03/05/2021

Em Rondônia, capixaba mata conterrâneo com 2 tiros na cabeça, em Mirante da Serra

Agostinho Sangi, de 59 anos, foi assassinado por Juraci Paulino, o

Redação Correio Central - Um homicídio à bala foi registrado no interior de Rondônia na tarde desta segunda-feira (03/05) no município de Mirante da Serra, localizado na macrorregião de Ouro Preto do Oeste, na região central do estado, dentro de uma casa agropecuária que pertence ao ex-vice-prefeito da cidade.  

O pecuarista Agostinho Lourenço Sangi, de 59 anos, foi assassinado com dois tiros na cabeça pelo também  produtor Juraci Paulino de Souza, conhecido por “nenê”, de 60 anos, que reside na área rural, em um sitio do travessão da linha 56 na RO-470 (linha 81), a 2 Km da cidade.   

A vítima ainda foi socorrida com vida ao Hospital Municipal da cidade, e cerca de meia hora depois foi confirmada a sua morte.

Pelo que foi apurado pela Polícia Militar que foi acionada ao local, que fica na principal avenida comercial da cidade, alguns instantes antes do crime, Agostinho e Juraci, que mantinham relação de amizade, tiveram uma discussão banal e chegaram a trocar socos e pontapés.

Juraci deixou o estabelecimento, provavelmente foi até a cabine do seu caminhão estacionado na avenida, retornou armado se dirigindo até onde seu algoz se encontrava e disparou duas vezes contra a cabeça dele.

O caminhão de Juraci foi localizado abandonado na via rural de acesso à sua propriedade por policiais militares e da Polícia Civil que saíram em diligência à procura do autor do homicídio.  

Não houve perícia na cena do crime, no entanto imagens de câmeras de monitoramento da casa agropecuária irá facilitar o trabalho da polícia civil judiciária.  

Antes do fato que gerou o homicídio, o dono do estabelecimento ainda teria tentado esfriar o ânimo dos brigões, mas Juraci saiu e voltou armado para cometer o crime.

A motivação para a desavença que gerou o homicídio ainda é um mistério, tendo em vista que autor e vítima eram conhecidos. Além de conhecidos, Agostinho Lourenço Sangi e Juraci Paulino de Souza são conterrâneos, naturais da cidade de Colatina, no Espírito Santo.   

Rastros de sangue da vítima que foi socorrida ao HM da cidade ficaram expostos na calçada da principal avenida da cidade de Mirante da Serra.

   

Fonte: www.correiocentral.com.br