Correio Central
Voltar Notícia publicada em 24/09/2021

Autor de feminicídio em RO é preso; ex-namorada de 69 anos foi morta dormindo, afirma polícia

Antônio Camilo foi preso em um sítio na zona rural de Ouro Preto do Oeste. ele estava homiziado na casa de uma filha.

O pedreiro Antônio Camilo da Silva, 65 anos, que assassinou com três golpes de pauladas a também idosa Iracema Antunes da Costa, de 69 anos, na noite do dia 9 de setembro, foi preso no final da tarde desta quinta-feira (24) em uma propriedade na zona rural de Ouro Preto do Oeste (RO).

A situação do assassino confesso se complica, tendo em vista que o resultado do laudo pericial revela a idosa estava dormindo quando foi morta, e ele mentiu quando disse que deu uma primeira paulada em Iracema e ela já caiu no sofá desacordada e depois deu mais duas pauladas porque achou que a vítima poderia escapar.

Vai permanecer a qualificação de feminicídio e também de meio cruel para matar, e com a chegada do laudo pericial que indica que ela estava dormindo na hora da morte é mais uma qualificadora. Então, é um homicídio triplamente qualificado , adianta ao site Correio Central o delegado Niki Alves Locatelli, que conduz o inquérito.

A Polícia Civil, através da equipe do Serviço de Investigação e Captura (Sevic) descobriu que Antônio Camilo estava homiziado na casa de uma filha. O delegado Niki Alves Locatelli obteve junto ao Poder Judiciário um mandado de buscas e localizou o foragido.

Após a morte de Iracema, a Polícia Civil obteve informações que houve ao menos uma agressão física anterior praticada contra. Parentes da vítima também sustentam que, após o fim do relacionamento, Iracema tentou se livrar de Antônio Camilo e não conseguiu, pois ele a seguia o tempo todo.

No despacho do mandado de prisão contra o pedreiro, o juiz Carlos Roberto Rosa Burck, titular da Vara Criminal da comarca de Ouro Preto do Oeste, pontuou trecho revelando que um filho da vítima relatou em depoimento à Polícia Civil que Iracema já havia sido agredida fisicamente por Antônio Camilo e que "eles brigavam muito, pois Antônio era muito ignorante e xingava ela costumeiramente,".

Após ser localizado e preso, Antônio Camilo foi levado para a Delegacia Civil e no começo da noite foi encaminhado para a Casa de Detenção de Ouro Preto do Oeste. O delegado afirmou que até a próxima segunda-feira conclui o relatório final do inquérito policial e irá remetê-lo para a Justiça.   

No dia do crime, Antônio foi à casa de Iracema, fez a janta para o casal e, por motivo ainda não esclarecido, matou a vítima à pauladas após ela dormir. Em seguida, ele apagou as luzes, fechou a porta, jogou fora o pedaço de madeira usado para matar a ex-namorada, e foi embora. 

Fonte: www.correiocentral.com.br