Correio Central
Voltar Notícia publicada em 08/08/2017

Polícia Federal pericia agência dos Correios e o local é auditado; agência não tem internet e continua fechada

Agência continua fechada, só reabrirá depois que técnicos da Operadora de internet religar os cabos cortados pelos ladrões

A agência dos Correios em Ouro Preto do Oeste que na madrugada da última segunda-feira (7) sofreu o segundo arrombamento em cinco semanas, foi periciada hoje pela Polícia Federal, um auditor da Diretoria Regional da empresa pública federal em Rondônia está no local concluindo relatório interno.

A agência continua fechada até que sejam reinstalados os cabos que conectam a unidade local com a rede de comunicação dos Correios em todo o País, que foram cortados pelos ladrões que arrombaram duas portas do prédio e tiveram acesso a todas as salas.

A gerência informou que a rede inteira foi prejudicada, em cem por cento, toda fiação de cabos dos computadores dos setores administrativo e operacionais de atendimento foram cortadas pelos ladrões. A gerência da agência informou que após concluída a perícia pela PF e a auditagem, a equipe da Operadora Oi vai reinstalar os cabos do sistema. Apenas os telefones que são ligados por outra rede não foram afastados.

A expectativa é que entre quinta e sexta-feira a agência poderá retornar o atendimento normal.

Os criminosos que conseguiram entrar na agência dos Correios em Ouro Preto do Oeste supostamente estariam querendo furtar dinheiro em espécie. Eles tiveram acesso ao setor onde ficam as encomendas e não mexeram em nada, apenas cortaram os cabos da rede de comunicação da agência, e foram embora.

Pelo acordo para manutenção dos serviços do Banco do Brasil e os Correios, as agências podem operar com serviços bancários e a unidade de Ouro Preto quando prestou atendimento aliviava a situação da agência do Banco do Brasil que está sempre lotada, mas os roubos e furtos se tornaram rotineiros e o serviço foi suspenso.

A agência não tem sequer vigilante com cassetete, estava operando serviços bancários, movimentando mais dinheiro, e os criminosos perceberam a facilidade para agir em pontos de atendimento dos Correios. Na região de Ouro Preto, todos os pontos de atendimento dos Correios já foram roubados ou furtados, clientes viraram reféns e vítimas dos criminosos, e há servidores dos Correios na região que perderam em rendimento, e estão com a saúde abalada por causa dos constantes crimes de roubo.

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues