Correio Central
Voltar Notícia publicada em 03/01/2019

Ouro Preto: homem cai de moto em buraco na BR-364, bate a cabeça no asfalto e seu estado é gravíssimo

Idalecio Ferreira de Souza, de 54 anos, bateu com a cabeça no asfalto, perdeu massa encefálica e sofreu traumatismo craniano.

Um homem de 54 anos sofreu um grave acidente na manhã desta quinta-feira (3), por volta de 9hs, ao cair com sua motoneta em uma das centenas de crateras abertas na BR-364, entre Ouro Preto do Oeste e o início da 3ª pista sentido a Ji-Paraná. Na queda, ele ficou sem o capacete que usava, bateu com a cabeça no asfalto, sofreu traumatismo craniano e seu estado de saúde é gravíssimo.

A vítima do acidente é Idalecio Ferreira de Souza, de 54 anos, que conduzia a motoneta Honda Biz 125, placa NCV-8341/Ji-PR sentido a Ouro Preto do Oeste e caiu em um buraco na curva próximo do Viveiro 1º de maio. A Polícia Militar chegou primeiro ao local e monitorou o trânsito.

Idalecio foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal Dra Laura Maria Carvalho Braga, no pronto socorro o paciente foi diagnosticado com traumatismo craniano, e após ser medicado e sedado ele foi encaminhado para Cacoal, ao Hospital de Urgência e Emergência Regional (Heuro).

De acordo com a direção do HM, os médicos plantonistas descreveram que Idalecio perdeu muito sangue e massa encefálica, o estado de saúde dele é muito delicado e inspira cuidados. “Nós enviamos o paciente para o Heuro na ambulância acompanhado por uma médica e dois técnicos em enfermagem”, informou Nickson Henrique Soares, diretor do HM.  

O endereço da vítima não foi fornecido, porém o documento e a placa da motoneta são registrados em Ji-Paraná.

Vítima do acidente perdeu massa encefálica ao sofrer a queda no buraco do asfalto da rodovia federal 

 

ACIDENTES SE MULTIPLICAM NO TRECHO

Na noite de 31 de dezembro, véspera do Ano Novo, um casal em uma motoneta também caiu em um dos buracos no mesmo trecho onde Idalecio se acidentou na manhã de hoje. Não há como desviar da buraqueira em razão do fluxo de veículos em trecho de curva.

O trecho entre Ouro Preto do Oeste e a 3ª pista, próximo da balança do DNIT desativada se tornou estado de calamidade pública, porém nenhuma autoridade se manifesta.

A PRF tem prestado apoio a viajantes que estouram pneus de seus veículos no trecho que já era perigoso, e com a buraqueira se tornou de alto risco.

Os acidentes acontecem dia e noite, e até o momento o DNIT muito menos a empresa responsável pela restauração do trecho e da 3ª pista ainda não se manifestaram a respeito da crítica situação.  

Imagem: Polícia Militar retira a moto do local do acidente e monitora o trânsito na BR-364


Os buracos estão por toda parte, não como o motorista desviar sob o risco de bater em outro carro

 

 

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues