Correio Central
Voltar Notícia publicada em 30/06/2018

Ladrão rouba e bolina menor de 14 anos, tenta furtar veículo que seria de cantor e quase é linchado

Ladrão tentou reagir e além de apanhar levou duas facadas na perna, fugiu e chamou o Corpo de Bombeiros, depois foi preso.

ATUALIZADO - A madrugada deste sábado (30), na cidade de Ouro Preto do Oeste, acabou mal para Francisco de Brito, de 30 anos, que praticou um roubo de um celular e atos libidinosos contra uma menor de 14 anos, no momento que ela se dirigia para sua casa por uma rua pouco movimentada da cidade.

Após praticar o crime de roubo, e o ato tipificado em Lei como Estupro de Vulnerável, o ladrão se dirigiu até a avenida Jorge Teixeira e quando tentava abrir a porta do veículo do cantor Neguinho dos Teclados para furtar o aparelho de som foi cercado por várias pessoas, quis dar uma de valentão e além de apanhar ainda foi esfaqueado duas vezes na perna direita.

Francisco Brito correu do local para não ser linchado por populares, ligou para o Corpo de Bombeiros e pediu para ser socorrido ao Hospital Municipal, e lá acabou detido e preso pela Polícia Militar.

O CRIME

A menor estava indo embora para casa pela rua Getúlio Vargas, depois entrou pela rua Mato Grosso e quando pegou a rua Goiás observou que dois indivíduos passaram por ela em uma motocicleta, deram a volta e vieram em sua direção.

Francisco que estava de carona desceu da moto, colocou a mão embaixo da camisa e anunciou que se tratava de um assalto. “Passa o celular, é um assalto e não reaja senão eu te mato”, teria dito o criminoso para a menor.  

Em seguida, o ladrão passou as mãos nas partes íntimas da menor, na barriga, nos seios e dando uma de “dom Juan” retirou o capacete e deu um beijo na boca da menina, depois fugiu com o comparsa sentido a avenida Jorge Teixeira.

A garota continuou caminhando até encontrar algumas pessoas e contou o que havia acontecido. O criminoso foi flagrado no momento que tentava abrir a porta do carro, vários frequentadores do local correram em direção a ele e começaram a agredi-lo com socos e pontapés, e ele ainda sofreu dois golpes de faca na perna.

NOTA - O cantor Neguinho dos Teclados comunicou a reportagem do site Correio Central que ele de fato estava na noite desta sexta-feira se apresentando numa casa noturna do Jardim Novo Estado, mas que o veículo que foi violado na avenida Jorge Teixeira não é o seu, e provavelmente houve um engano da parte de quem denunciou para a PM que o carro pertencia ao cantor. 

VIOLÊNCIA GERA VIOLÊNCIA  

Assim que foi medicado no Hospital Municipal Francisco de Brito foi identificado pelos policiais militares que atenderam a ocorrência e encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil na Unisp – Unidade Integrada de Segurança Pública.  

A delegada Márcia Maria Krause Romero Maia, que está de plantão, flagranteou o indivíduo pelo crime de roubo e após ouvi-lo vai decidir sobre a acusação também pelo crime estupro de vulnerável da vítima.

De acordo com a Lei 12.015, que entrou em vigor em 2009, o atentado violento ao pudor deixou de existir, e qualquer ato libidinoso que vise o prazer ou com sentido sexual, como o toque íntimo é considerado Estupro de Vulnerável.  

Quanto a questão da tentativa de linchamento e de lesão corporal a faca sofrida pelo criminoso, a delegada adiantou que vai ouvir o acusado e as testemunhas, e caso seja necessário, as testemunhas que tentaram fazer justiça com as próprias mãos poderão se tornar infratoras.

Para a delegada, violência só gera violência e após o infrator ser rendido o correto é acionar a polícia. “É importante que acreditem na polícia porque não é assim que se resolve, esse ciclo de violências só aumenta. Vamos chamar a polícia que a gente prende”, pontuou.

FRANCISCO DE BRITO FOI RECOLHIDO À CASA DE DETENÇÃO DA CIDADE

Fonte: www.correiocentral.com.br