Correio Central
Voltar Notícia publicada em 04/03/2018

Em Ouro Preto, mulher dispara com trezoitão contra vaqueiro em bar da Jorge Teixeira e foge de moto

Adauton de Souza levou um tiro no nariz e fugiu do Hospital; a mulher que atirou deixou a arma para trás e fugiu numa motocicleta

Um vaqueiro que trabalha em uma fazenda na RO-470, na altura do Km 12, foi vítima de um "homicídio tentado" na cidade de Ouro Preto do Oeste na madrugada deste domingo, em um bar localizado na Avenida Jorge Teixeira, próximo às casas noturnas do Jardim Novo Estado, e a principal suspeita do crime é uma mulher que empreendeu fuga na carona de uma motocicleta, ao perceber a chegada da Polícia Militar. O tumulto e a tentativa de homicídio ocorreram entre as 4h30 e 5h da manhã. 

A vítima dos disparos é Adauton de Souza. Ele levou uma mordida na mão esquerda, sofreu um tiro no rosto que o atingiu no nariz do lado esquerdo, foi socorrido ao Hospital Municipal Dra. Laura Maria Carvalho Braga, recebeu os primeiros socorros e foi colocado na sala de observação, porém umas três hotas ele depois deixou a unidade hospitalar sem que a equipe do Pronto Socorro percebesse, e foi embora.

Policiais militares que auxiliavam o Detran/RO nas blitze em determinados pontos da cidade foram acionados por populares para conter a briga generalizada em um dos bares da Avenida Jorge Teixeira, e se depararam com um cenário de confusão geral e, em curso, uma tentativa de homicídio à bala.

Os Pms anotaram que avistaram um homem caído e ensanguentado, e uma mulher com um revólver calibre 38 em punho fazendo outro disparo, e menção de que tentava efetuar mais disparos com a arma. Para contê-la, os militares efetuaram três disparos de pistola .40, e no intuito de recuar outros indivíduos envolvidos em uma briga generalizada, e foram efetuados mais seis disparos com armas de munição não letal (elastômetro). O revólver utilizado pela mulher foi deixado no local, e a polícia constatou que havia dois cartuchos deflagrados e dois cartuchos picotados. 

O homem baleado foi encaminhado ao Hospital Municipal, prestou depoimento para os PM’s, pouco acrescentou aos fatos, e depois acabou fugindo da unidade hospitalar. A ocorrência de Homicídio Tentado foi registrada na Delegacia de Polícia Civil que fica localizada na Unidade Integrada de Segurança Pública – UNISP.

Fonte: www.correiocentral.com.br