Correio Central
Voltar Notícia publicada em 15/06/2018

Edivan e Bruno, presos em Teixeirópolis, também esfaquearam um jovem na saída da Hall Beer em Ouro Preto do Oeste

Edivan e Bruno esfaquearam Jackson da Silva Lima de 18 anos depois de uma briga em uma casa noturna na BR-364.

Edivan Justino Vaz, de 19 anos, que reside em Ouro Preto do Oeste, no Jardim Aeroporto, e Bruno Melo de Oliveira, de 21 anos, presos quinta-feira em Teixeirópolis na casa de Eduardo Costa Gomes, por causa do roubo na casa do idoso que morreu de infarto, cometeram uma tentativa de homicídio em Ouro Preto do Oeste no começo deste mês contra um jovem após uma confusão em uma casa noturna.  

A tentativa de homicídio foi registrada na cidade de Ouro Preto do Oeste na madrugada do dia 2 de junho, um sábado, contra Jackson da Silva Lima, um jovem de 18 anos que foi surpreendido pelos dois quando seguia para sua casa localizada no Jardim Tropical, e levou uma facada nas costas.

O jovem esfaqueado havia saído da casa noturna Haus Bier localizada na Avenida Marechal Rondon, na marginal da BR-364, onde havia se envolvido em uma confusão com Edivan e Bruno, e depois da briga decidiu ir embora.

A caminho de casa, o rapaz teria sido cercado por Edivan e Bruno. Eles confessaram o crime após serem presos pela polícia ontem na casa de Eduardo, em Teixeirópolis, para onde fugiram para não serem presos por este crime.

No entanto, a casa caiu para Edivan e o amigo da cidade resolveram tentar roubar dinheiro do senhor Gonçalo Nascimento Machado, 76 anos, o seu “Doro”, judiaram muito do idoso que faleceu amarrado e amordaçado de um infarto fulminante.

No dia da tentativa de homicídio, após Jackson levar a facada, ele foi socorrido pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros ao Hospital Municipal Dra. Laura Maria Carvalho Braga com um corte profundo, a navalha da peixeira entrou pelas costas e atingiu o tórax, a equipe de plantão do HM que recebeu o paciente realizou o procedimento de drenagem de sangue no tórax, e operou o jovem que sobreviveu.

Edivan disse que deu a facada em Jackson porque na confusão teria levado uma garrafada na cabeça desferida pela vítima, e depois retirado de dentro da casa noturna pelos seguranças.

O delegado Niki Alves Locatelli informou que Edivan será indiciado pelo roubo que resultou na morte do idoso e pelo crime de tentativa de homicídio, e Bruno responderá pelo homicídio tentado e por porte ilegal de arma.

Edivan já foi preso em Ouro Preto do Oeste no ano durante a operação de combate a grupos de motociclistas que aprontavam no trânsito da cidade empinando veículos de duas rodas, praticando manobras perigosas e fugindo da Polícia Militar.

Fonte: www.correiocentral.com.br