Correio Central
Voltar Notícia publicada em 19/02/2019

Ouro Preto: Bombeiros fazem armadilha e capturam macaco Bugio na área urbana da cidade

O macaco estava habitando a área onde existem antenas de transmissão de sinal de internet, no morro da caixa d´água da CAERD.

Equipe do Corpo de Bombeiros de Ouro Preto do Oeste preparou uma armadilha e conseguiu capturar um macaco da espécie Bugio ruivo que estava circulando na área do morro da caixa d´água da Caerd, no Bairro Jardim Tropical, onde ficam instaladas antenas de transmissão de sinal de internet e telefonia móvel rural.

De acordo com o Comando da corporação do Corpo de Bombeiros, o macaco já tinha sido visto havia mais ou menos de 30 a 40 dias, e as primeiras aparições foram registradas em dezembro, no período de Natal.

A primeira ação de captura não obteve êxito porque o macaco estava em local muito alto, e não tinha condições de os bombeiros acessarem o local e só dispunham do equipamento chamado cambão, que serve para laçar o animal a curta distância.

Desta vez, o Corpo de Bombeiros utilizou uma gaiola com alimento dentro, o macaco entrou e acionou a trava de fechamento da porta da gaiola. “Com o cambão tem que estar próximo ao animal e que seja menos ligeiro, o macaco geralmente é muito ligeiro e é difícil de pegar nessas condições. Daí a gente resolveu com essa gaiola que a corporação dispõe. Deixamos lá com comida dentro e deu certo”, relata o Capitão BM Moacyr de Paula, que participou da captura.  

Não se sabe em que condições o macaco foi parar naquela área da cidade, o primata pode ter se perdido, ou sido expulso de seu bando. A cidade de Ouro Preto tem três Reservas urbanas remanescentes (Inpa, Ceplac e morro Chico Mendes) e são habitadas por várias espécies de animais silvestres.    

O macaco foi levado para o Pet Shop Apolo para ser avaliado e recuperado, e depois ser reintegrado à natureza.

A veterinária Carol Lago passou o fim de semana tratando o macaco com suplementação para ele poder se alimentar e se fortalecer. “Aparentemente é um macaco já velho, idoso. A princípio ele está bem, apesar de estar muito fraquinho”, disse.

Macaco recebe alimentação e suplemento no Pet Shoo Apolo

De acordo com a veterinária, o animal está desnutrido e magro, e não apresenta comportamento de um bugio saudável que costuma avançar e faz muita algazarra quando se sente acuado. “Ele fica só num cantinho e está bem assustado”, informou a veterinária.

COBRA EM MOTOR DE CAMINHÃO

As ocorrências de atendimento a residências pelo Corpo de Bombeiros para captura de repteis se multiplicaram nas últimas semanas. Quintais de residência, esconderijo em amontoado de madeira e motor de veículos são os locais preferidos de cobras.

Na semana anterior, os Bombeiros foram acionados por um produtor rural para retirar uma cobra enorme do compartimento do motor de um caminhão ¾ que fica na frente da cabine. Dias antes, um idoso também que reside no Jardim Aeroporto acionou os bombeiros para capturar uma cobra. Ouriços também aparecem em árvores baixas de algumas casas.

O comandante do 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros, capitão BM Moacyr de Paula, informou a reportagem do Correio Central que as chamadas para captura de cobra na área urbana da cidade têm sido recorrentes, as ocorrências se multiplicam no período chuvoso, principalmente em razão dos alagamentos que obrigam os repteis a sair de seus esconderijos.

Geralmente eles vão até as casas, onde acham a possibilidade de maior segurança para se esconder das enxurradas e da água em excesso. É muito comum nessa época do ano a aparição desses animais, não só cobra, fugindo dessas situações e geralmente vão até as residências”, finalizou.

 

Fonte: www.correiocentral.com.br