Correio Central
Voltar Notícia publicada em 16/01/2018

Em Ouro Preto do Oeste, pais dormem em Escola Pública para conseguir matricular os filhos

Imagem de mãe deitada no pátio da Escola; ela teve que dormir na instituição para assegurar vaga para o filho

Em torno de 30 pais e mães de alunos de Ouro Preto do Oeste, que ainda não estão matriculados nas séries do ensino fundamental e do ensino médio dormiram no pátio da Escola Estadual Joaquim de lima Avelino para garantir a matricula de seus filhos.

Os pais começaram a chegar na Escola por volta das 19 horas da noite de segunda-feira levando colchões e mantimentos para passar a noite na frente da instituição, mas a direção permitiu que o portão fosse aberto para eles dormirem do lado de dentro. “Ainda bem que abriram o portão para a gente entrar, senão ia ficar difícil”, disse hoje pela manhã o ortodontista e ex-vereador Peragibe Félix, que passou a noite na escola para matricular um de seus filhos, e de manhã trocou de lugar com a esposa para ir trabalhar.

Algumas mães conversaram com a reportagem do site Correio Central durante a madrugada e hoje pela manhã; elas afirmaram que fora o constrangimento a noite foi tranquila, e que não havia o que fazer para assegurar a matricula de seus filhos.

ORTODONTISTA PERAGIBE FÉLIX REGISTRA INTERIOR DA ESCOLA JOAQUIM DE LIMA AVELINO

Fonte: www.correiocentral.com.br