Correio Central
Voltar Notícia publicada em 07/05/2018

Bailarinas de Ouro Preto participam em Porto Velho da Pré-seleção da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil

As candidatas de Ouro Preto estavam na pré-seleção do Balé Bolshoi e fizeram exercícios de barra, centro e pontas.

O Instituto Escola do Teatro Bolshoi no Brasil realizou em Porto Velho, no último sábado (5), uma pré-seleção – eliminatórias e consecutivas - com oferecimento de bolsas de estudos, para novos alunos, para a sede em Joinville (SC), de Cursos de Dança Clássica Nível Médio  e Curso Básico em Dança Clássica.

Esta foi a primeira vez que o Teatro Bolshoi realiza pré-seleção em Rondônia, e oito bailarinas da Escola de Balé e Música Sonata de Ouro Preto do Oeste viajaram até a Capital do estado para participarem da pré-seleção da Escola russa, que é a maior e mais conceituada do mundo.  

A pré-seleção aconteceu nas dependências do Ginásio do Sesi (Serviço Social da Indústria), à rua Rio de Janeiro, no Bairro Lagoa, a vinda da equipe técnica ao estado para a pré-seleção de bailarinos do Ballet Bolshoi contou com apoio da prefeitura através da Fundação Cultural de Porto Velho (Funcultural) e do Sesi/Porto Velho.    

As vagas do Teatro Bolshoi são para nascidos nos anos de 2000 a 2009, de ambos os sexos, com condições estabelecidas em Edital, de que as vagas se destinam a candidatas que tenham conhecimento/vivência em dança.

As candidatas fizeram exercícios de barra, centro e pontas. Na pré-seleção havia bailarinas de várias partes do estado, algumas cidades as prefeituras que apoiam projetos culturais. De Ouro Preto, participaram Ana Carolina Gonçalves, Eulália Gabriely Rodrigues, Gabriela Vitórias Gonçalves, Gabriela Fogaça, Isadora Medina, Lorenza Paterle,  Lindsay Aredes e Sthefanny Cortes.

Sirlei Gonçalves, diretora da Escola Sonata, elogiou a dedicação e o esforço das alunas, e lembra que o sonho de toda bailarina é ser selecionada para a escola russa de balé Bolshoi.

Para a proprietária do único Conservatório na região de Ouro Preto do Oeste que ensina dança, e promove a musicalização de crianças e adultos, a iniciativa do balé Bolshoi com apoio da prefeitura de Porto Velho é um belo exemplo do papel importante e positivo que a dança pode ter na educação de nossas futuras gerações.      

Para nós do Balé Sonata, é imensamente gratificante poder compartilhar com nossas alunas esse teste evento. Foi mais que um sonho, foi também a oportunidade de vivenciar cultura e emoções que só o palco oferece, e adquirir garra dos bailarinos Bolshoi, cujo trabalho tem aberto o mundo para talentos e vidas, que, talvez, de outro modo, nunca chegassem a desabrochar”, finaliza Sirlei.

A prefeitura de Porto Velho deu suporte para a vinda da equipe técnica do Teatro Bolshoi do Brasil, outras prefeituras também investem em cultura, mantendo escolas de dança, de música e oportunizando sonhos para crianças e adolescentes que têm em alguma aptidão artística.

Municípios como Ariquemes, Cacoal, Jaru, Ji-Paraná, e os pequenos municípios no entorno das regiões do estado ofertam alternativas de atividades culturais, prática esportiva e outros tipos de entretenimento.

Tem prefeituras que oferecem aulas, equipamentos, roupas e suporte até para viagens a alunas e alunos que se destacam em dança, música ou esporte.

No caso da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste, a oferta de cultura e esporte públicos é praticamente restrita as instituições escolares, a maioria das crianças e adolescentes não têm vida cultural e social em suas faixas etárias.

  

  

Fonte: www.correiocentral.com.br