Correio Central
Voltar Notícia publicada em 30/08/2017

Prefeitura vai adquirir e instalar 40 câmeras de videovigilância na cidade de Ouro Preto do Oeste

Panisoly diz que a prefeitura vai adquirir as câmeras e repassar para a Polícia Militar administrar o sistema de videovigilância

A prefeitura da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste pretende instalar na cidade um moderno sistema de vigilância e monitoramento em pontos estratégicos com serviço que vai permitir o monitoramento em tempo real pela Policia Militar, e o estudo de viabilidade para aquisição de 40 câmeras de videovigiância está sendo feito pela administração para a aquisição dos equipamentos.

O prefeito Vagno Gonçalves Barros “Panisoly” (PSDC), anunciou o empreendimento para proporcionar mais segurança para a população, e garantiu que o primeiro passo já foi dado para que a prefeitura instale um sistema de última geração com câmeras inteligentes dotadas de recursos para reconhecimento facial, de placas de veículos, principalmente no horário noturno.  

Panisoly adianta que, o projeto prevê um teto de gasto dentro do limite orçamentário da prefeitura, e levantamentos preliminares indicam que a administração vai utilizar no máximo R$ 300 mil para instalar as câmeras. “Fizemos uma ampla pesquisa, e estamos fazendo tudo dentro da lei. Depois de concluído o projeto enviaremos a Lei para a aprovação da Câmara de vereadores, e também vamos comunicar o Ministério Público que tem acompanhado de perto a questão da segurança em nossa cidade”, detalha o prefeito.

O sistema de videovigilância que o prefeito Vagno Panisoly anuncia é uma ação exclusiva da administração ordenada com recurso próprio da prefeitura, e não tem relação com o projeto de instalação de 27 câmeras de videomonitoramento que a Associação Comercial (Aciop) em parceria com a Polícia Militar e o Conselho de Segurança (Conseg) articulam e canalizam recursos para implantar na cidade. “Vamos adquirir, instalar e entregar para as autoridades de segurança administrar”, definiu Panisoly.

ACIOP APOIA

O presidente da Associação Comercial e Industrial (Aciop), empresário Joel José da Silva, já esteve reunido com o prefeito e tomou conhecimento sobre o projeto da administração; ele afirmou que a entidade empresarial é parceira da prefeitura e de quem quer que seja para que o sistema de videomonitoramento seja implantado.

Inicialmente, o projeto de instalação de câmeras foi sugerido pela Polícia Militar, e como precisava de uma entidade física para receber e gerir o recurso a Aciop aderiu e fez um repasse inicial de R$ 30 mil, a Loja Maçônica Acácia de Ouro Preto nº 2409 doou uma motocicleta, o deputado estadual Marcelino Tenório se comprometeu em alocar até R$ 150 mil, mas há hoje em torno de R$ 50 mil arrecadados, e a promessa de mais recursos.  

O presidente da Aciop disse que a entidade vai auxiliar no que for possível para a implantação do sistema. “Diante dessa situação, eu creio que a prefeitura não vai dar conta de fazer tudo, e nós vamos entrar com o apoio e vamos aguardar para complementar o que a administração não conseguir. Somos parceiros e vamos ajudar o prefeito”, defende Joel.

O deputado estadual Marcelino Tenório elogiou a postura do prefeito Vagno Panisoly e reafirmou o seu compromisso de alocar recurso para ajudar na implantação e ampliação do projeto. “Caso a prefeitura adquira as câmeras, poderemos mais adiante implantar um sistema no distrito de Rondominas onde a população tem demonstrado preocupação com o aumento da criminalidade”, defendeu o parlamentar.

PROJETRO DA PREFEITURA PREVÊ A INSTALAÇÃO DE 40 CâMERAS EM PONTOS ESTRATÉGICOS DA CIDADE

 

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues