Correio Central
Voltar Notícia publicada em 26/06/2020

Disputa pela prefeitura de Ouro Preto do Oeste movimenta partidos e lideranças

Alguns partidos apresentam pré-candidatos, enquanto outras legendas negociam a vaga de vice-prefeito e nominata para vereadores.

Com a confirmação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que as eleições municipais no Brasil não serão adiadas este ano em razão da pandemia do coronavírus, e a data do 1º e 2º turno já estão preestabelecidas, a movimentação política em torno do embate eleitoral da sucessão de prefeitos e vereadores ganha corpo, e as lideranças já iniciam as articulações visando estruturar candidaturas no campo majoritário e proporcional.

Nos municípios da região de Ouro Preto do Oeste os nomes de lideranças tradicionais e novatas já são ventilados em meio ao eleitorado, e as pesquisas eleitorais já apontam os nomes viáveis no elenco de partidos que estarão na disputa.   

VAGNO PANISOLY

O prefeito da Estância Turística Ouro Preto do Oeste Vagno Gonçalves Barros, o Vagno Panisoly, que em 2016 foi eleito pelo PSDC, migrou para o MDB do senador Confúcio Moura e deputado federal Lúcio Mosquini. O prefeito deve lançar ao menos cinco obras ainda este mês, entre as quais a do asfaltamento de 56 ruas e vias com recurso oriundo do BNDES.    

Panisoly governa a prefeitura em uma gestão de maneira aberta, administrando recursos oriundos de partidos como o DEM do senador Marcos Rogério, do PSDB da deputada Mariana Carvalho e do presidente da Assembleia Legislativa Laerte Gomes, e de congressistas de outras legendas, sem restrição ou cor partidária. Sobre as eleições de outubro, o prefeito tem se movimentado e feito articulações visando a sucessão municipal.

ALEX TESTONI

O ex-prefeito Alex Testoni, que governou o município por oito anos e o transformou em Estância Turística, se filiou ao DEM no mês de abril, dentro do prazo limite para pretensos candidatos a cargo eletivo das eleições de 2020. Há quem jure que Alex é pré-candidato a prefeito, mas pessoas próximas a ele negam essa possibilidade.

No entanto, o empresário que também já foi deputado estadual (07/08) faz mistério sobre uma hipotética candidatura sua a prefeito nesta eleição. Em mensagem enviada à redação do Correio Central, Testoni fez a ressalva que ele se filiou a legenda a convite do senador Marcos Rogério, de quem é amigo, mas sem o “compromisso de lançar candidatura neste pleito eleitoral.

MARCELINO TENÓRIO

O ex-deputado estadual Marcelino Tenório, que não conseguiu se reeleger para o terceiro mandato em 2018, deixou o PRP, e filiou-se ao Cidadania que é presidido pelo professor Vinicius Valentin Raduan Miguel, que em 2018 se candidatou a governador de Rondônia pela REDE e conseguiu bom desempenho da última eleição.  

O deputado não se manifestou publicamente a respeito da eleição deste ano, mas seu filho Marcelino Cavalcante Tenório, o Junior ou ninho como é chamado, confirmou a mudança de legenda, e comentou a respeito da participação da família Tenório na eleição municipal: “O nosso partido hoje é o Cidadania, no qual está filiado meu pai, eu, muitas lideranças e pessoas que sempre acompanhou a gente, e nós vamos participar do pleito de 2020”, disse.

“De qual forma não sabemos ainda, se sendo candidato ou ajudando alguém, mas vamos participar, não podemos ficar de fora”, concluiu Marcelino Júnior.  

ROSÁRIA HELENA

A professora Rosária Helena, que já ocupou cargo de deputada estadual, foi vereadora e disputou eleições para deputada federal e prefeita de Ouro Preto do Oeste, continua filiada ao PROS. Política experiente, Rosária tem mantido conversações políticas com várias lideranças, porém não anunciou oficialmente qual a sua pretensão nas eleições de 2020.

Independente de qual cargo ela postule, o nome de Rosária Helena é sempre citado por eleitores em enquetes eleitorais para a disputa a prefeitura.

SÔNIA ARRABAL

A advogada Sônia Arrabal foi anunciada como a pré-candidata a prefeita de Ouro Preto do Oeste pelo Partido dos Trabalhadores durante a prévia eleitoral do realizada em fevereiro. Na prévia, o diretório local do PT também confirmou o nome do professor Zé Nilton para vice-prefeito em chapa puro sangue com Sônia Arrabal.

Na prévia de fevereiro, o PT selecionou 38 prováveis candidatos e na convenção definirá pelos 18 nomes que vão disputar vaga para a Câmara Municipal. O PT já ganhou uma eleição municipal em Ouro Preto do Oeste com Agmar de Souza Gomes, o "Piau ( In memorian) em 1992. 

MARCOS SUCÃO

Marcos Antônio Marques, o popular “Marcos sucão”, que ocupa a Secretaria Regional do governo do Estado na região de Ouro Preto do Oeste, deverá ser indicado o pré-candidato do Patriotas. No entanto, para se candidatar, Marcos Sucão terá que deixar o cargo comissionado do governo Marcos Rocha até o dia 4 de julho.

CELSON CABRAL

Celson Cabral de Souza, experiente servidor de carreira da Câmara Municipal, está articulando sua pré-candidatura a prefeitura de Ouro Preto do Oeste desde o início do ano. Secretário Geral do Poder Legislativo, Celsinho Cabral está filiado ao Podemos e para participar das convenções e lançar sua candidatura também deverá se desincompatibilizar até 4 de julho.

PERAGIBE FÉLIX

O ortodontista e ex-vereador Peragibe Félix assumiu o PSDB em Ouro Preto do Oeste a convite do deputado estadual Laerte Gomes, presidente da Assembleia Legislativa. Peragibe conseguiu formar uma nominata bastante sólida de lideranças que têm pretensão de disputa uma das nove cadeiras na Câmara de Vereadores.

Peragibe não oficializou sua pré-candidatura a prefeito. Entretanto, quando é questionado sobre a eleição ele descarta a possibilidade de disputar novamente uma vaga ao Poder Legislativo.

MARCELINO JÚNIOR

Marcelino Tenório Cavalcante, o Marcelino Júnior, filho do ex-deputado estadual Marcelino Tenório pode decidir por uma pré-candidatura a prefeito de Ouro Preto do Oeste, em um cenário político em que seu pai ou o empresário Alex Testoni não dispute a eleição.

O filho do empresário tem discutido o processo eleitoral e inserido o Cidadania no contexto político das discussões em torno das composições partidárias em formação, tanto na eleição para prefeito como para sucessão dos vereadores.

CARLOS MAGNO

O ex-prefeito de Ouro Preto do Oeste por dois mandados (1997 a 2004), Carlos Magno Ramos, que eleições de 2018 disputou uma cadeira no Senado, pelo PP, obteve 163.859 votos, se filiou ao Solidariedade, partido para onde migrou o ex-governador Daniel Pereira, é o indicado pela legenda para disputar a prefeitura. Magno ocupava o cargo de Secretário Municipal de Indústria e Comércio e Secretaria de Governo da prefeitura de Ji-Paraná, cargo que se desvinculou em março deste ano.

TATIN DA REALEZA

Em Ouro Preto do Oeste o Progressistas tem como filiado o empresário Carlos Roberto de Almeida, popularmente conhecido por “Tatin da Realeza”. Ele recebeu convite da deputada federal Jaqueline Cassol, presidente do diretório estadual, para colocar como pré-candidato a prefeito de Ouro Preto do Oeste pelo Progressistas.

Na eleição de 2016 Tatin da Realeza também foi convidado a disputar a prefeitura, porém não se envolveu na peleja política que teve apenas dois candidatos.

Existem outros nomes sendo comentados na cidade, porém a reportagem não conseguiu manter o contato para obter informação, e houve lideranças e cidadãos que emitem opinião política publicamente que não autorizaram a citação de seus nomes. Partidos que tiverem nomes definidos para concorrer a eleição podem entrar em contato com a redação do site Correio Central, pois as publicações a respeito das eleições são isonômicas.  Obs: a publicação foi corrigida, ao invés de 56 Kms serão na verdade 56 ruas pavimentadas com o recurso oriundo do BNDES, via CAIXA.

Fonte: www.correiocentral.com.br