Correio Central
Voltar Notícia publicada em 05/01/2021

Sextorsão: Polícia de Ouro Preto alerta homens pra o risco de expor nudez à familiares

Homens desavisados podem se aventurar em busca de prazer e ter sua nudez exposta nas redes sociais.

A Polícia Civil de Rondônia, através da Delegacia Civil de Ouro Preto do Oeste alerta, pela segunda vez, aos indivíduos desavisados para que não caiam no golpe denominado “Sextorsão”, modalidade de crime em que golpistas utilizam imagens e mesmo mulheres para seduzir homens estimulando-os a fazer “nudes” pelo aplicativo do WhatsApp.

Quando os estelionatários conseguem, o inferno na vida da vítima tem início primeiro com as incessantes extorsões, seguido da ameaça de divulgação das imagens para familiares, amigos e à comunidade em geral.

A maioria dos números utilizados pelos golpistas tem DDD de cidades satélites de capitais do país onde estão instalados presídios estaduais. No período de férias, os golpistas estão agindo e em Ouro Preto do Oeste, pessoas estão sendo contactadas por golpistas com essa intenção. “Oi! Me manda uma foto sua”, é a primeira mensagem.  

O criminoso (a) se passando por mulher, troca nudes e vídeos e além de ameaçar espalhar fotos e vídeos gravados ao longo do relacionamento online com a vítima, também inventa que é menor de idade e ameaça que vai espalhar nas redes sociais que o indivíduo é pedófilo. 

O delegado Niki Alves Locatelli que já conduziu investigações sobre crimes de Sextorsão na região de Ouro Preto do Oeste orienta as pessoas que tenham cuidado com este tipo de golpe.

“Realmente tem acontecido demais e a investigação é muito difícil. Só a prevenção, através das matérias, através das orientações pra que não caia nesse tipo de golpe que a exposição de foto íntima na internet é muito devastadora para a imagem da vítima”,

Funciona da seguinte forma: após conseguir a foto íntima da vítima, ou eles se passam por parente da mulher que aparece nas imagens alegando que ela é menor, já aconteceu de eles se passarem por policiais civis querendo dinheiro. “Quando não conseguem concluir o golpe eles dizem que vão publicar as fotos mesmo assim”, completa o delegado Niki Locatelli.

O golpe conhecido por “Sextorsão”, que designa a prática de ameaça de exposição de vídeos eróticos e fotos íntimas enviadas, espontaneamente, por homens seduzidos por supostas mulheres. Depois, eles são extorquidos financeiramente sob a ameaça de divulgação do conteúdo para seus familiares, a amigos e nas redes sociais.

Na empolgação do erotismo virtual, as vítimas acabaram mandando fotos íntimas com a exposição do rosto para os criminosos que passaram a extorquir exigindo dinheiro, sob a ameaça de enviar as fotos para familiares. No decorrer do relacionamento ‘apimentado’, eles passam a conhecer a vida da pessoa e de seus familiares, através de pesquisas no facebook e em outras redes sociais.

Fonte: www.correiocentral.com.br