Correio Central
Voltar Notícia publicada em 19/04/2019

Mensagem de menina desaparecida em Ouro Preto do Oeste é mentirosa

Correio Central apurou que a criança sumiu em Uberlândia, em Minas, na manhã de ontem, quinta-feira.

Uma mensagem que está sendo compartilhada em redes sociais na cidade de Ouro Preto do Oeste (RO), e nos municípios e distritos da região, informando que uma criança de nome Thaeme foi colocada dentro de uma caminhonete D-20 no Jardim Aeroporto e está desaparecida é falsa, quem criou a corrente de ajuda mentirosa acrescentou uma nota na foto com a mensagem original e espalhou pelo WhatsApp.

Diante da repercussão da mensagem, a reportagem do site Correio Central iniciou a procura por informações e conseguiu identificar uma postagem relatando que que criança de fato desapareceu, mas foi na cidade de Uberlândia -MG, na manhã de ontem quinta-feira, ela sumiu no Bairro Mansour.

A pessoa que preparou a postagem que está sendo compartilhada em Ouro Preto do Oeste acrescentou a seguinte mensagem no rodapé da foto: “Essa menina é daqui de Ouro Preto do Oeste do ‘B. jardim aeroporto’”.

A mensagem fez muitas pessoas acreditar que a criança realmente é de Ouro Preto do Oeste, inclusive um professor de uma escola municipal do Jardim Aeroporto admitiu ter enviado as mensagens, mesmo não tendo certeza que se tratava de uma estudante de sua escola.

Já há inclusive áudios de pessoas confirmando que a menina é daqui e que conhecem a mãe, e que a família é frequenta a Igreja Católica do bairro. Tudo invenção.   

Na Delegacia Civil da cidade, o único registro de desaparecimento de pessoa este mês foi feito na última quarta-feira (17), por um agricultor de 51 anos que mora em uma chácara na Linha 20 da RO-470 (Linha 81), informando o sumiço de seu filho de 20 anos, que tem problemas excepcionais.

Sobre esse desaparecimento, a comunidade da área rural na localidade se uniu para procurar e localizou o rapaz no mesmo dia, em um curral de uma propriedade próxima.

Correio Central localizou uma postagem do sumiço da criança de um facebook em Uberlândia

 

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br