Correio Central
Voltar Notícia publicada em 04/11/2019

Em Ouro Preto, garota denuncia seu ex de ameaçar postar fotos íntimas suas

A garota disse que sofre constantes ameaças e é obrigada a ceder, mas decidiu denunciar após a ameaça de postagem feita pelo rapaz.

Uma relação entre dois jovens, ela hoje com 18 anos e ele com 24, com duração de 2 anos acabou aproximadamente há quatro meses. Porém, eles deverão ter um novo encontro, desta vez perante a Justiça, haja vista que a moça denunciou o ex-namorado à polícia.

Este tipo de crime que envolve agressões, calúnias, ataques, difamações e injúrias são tipificados por cyberbulling, tipo de comportamento que afeta não apenas a vítima, mas também a vida de famílias e de pessoas próximas.

Segundo declarações da denunciante prestadas à Polícia Civil, seu ex-namorado com quem iniciou um relacionamento ainda adolescente, estaria ameaçando-a desde o rompimento da relação, e no último final de semana teria advertido que vai enviar fotos intimas dela, em mais uma tentativa de intimidação pelo inconformismo do fim da relação.

A vítima também denunciou que seu ex-namorado a pressiona desde a separação para ela ir ao encontro dele forçando-a a ceder as suas chantagens, sob a ameaça de ele ir até a casa dela e fazer uma besteira.

A ameaça de expor a intimidade da ex-namorada teria surgido a partir do momento que ele a viu conversando com outro rapaz. Como ela não o atende, ele liga para pessoas próximas pede que repassem a ela o telefone celular.

Ainda segundo a denunciante, houve uma tentativa de resolver o problema entre as duas famílias, e como a situação toma proporções mais graves, e as ameaças continuam, ela decidiu procurar a polícia e pedir medida protetiva contra seu ex-namorado.

Caso as denúncias da jovem tenham robustez, seu ex-namorado poderá se complicar com a Justiça, tendo em vista que o enredo das acusações envolvem diversos crimes além de ameaça de expor a intimidade da vítima.

Após tentar dialogar com a família do rapaz, a mãe da vítima procurou a Delegacia de Polícia Civil e pediram medida protetiva para a moça. 

 

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br