Correio Central
Voltar Notícia publicada em 29/07/2020

Em Ouro Preto do Oeste homem armado está invadindo igrejas

O homem tem afirmado que está “caçando” os pastores e que ele é o último “cavaleiro do apocalipse”.  

Redação Correio Central - Um homem está entrando em templos religiosos na área urbana da cidade de Ouro Preto do Oeste (RO) armado e aparentemente transtornado faz graves ameaças aos presentes, e houve situações em que ele entrou no templo religioso, permaneceu calado, e saiu sem dizer uma palavra.  

Um dos pastores que esteve na Delegacia Civil na manhã desta quarta-feira (29) para pedir um meio de proteção temendo que algo pior aconteça relatou à reportagem do site Correio Central que o homem tem afirmado que está “caçando” os pastores e que ele é o último “cavaleiro do apocalipse”.  

Os pastores relataram na Delegacia que há igreja que ele entra e ninguém tira devido a ameaças que ele profere, e há relatos de casos em que ele deixa a igreja antes da chegada da Polícia Militar. “Ele entra dizendo que a hora está chegando, que o encontro está chegando, e os pastores que já receberam essa visita, e ouviram essas palavras, algumas ameaças e afrontas claro que estão preocupados”, revelou um dos pastores da comissão que procurou a polícia.  

Ele já foi em várias igrejas no Jardim Aeroporto, como nos templos da Igreja Cruzada Cristã Pentecostal e na TIB (3ª Igreja Batista), em uma congregação no Jardim Novo Horizonte (Cohab); na Igreja Presbiteriana do Brasil na Rua Princesa Isabel; dentre outras igrejas da cidade de Ouro Preto do Oeste.

Essa situação do homem que está entrando nas igrejas é um fato um pouco estranho e os pastores relataram ao delegado que não sabem o por quê e o que está acontecendo com ele. “Segundo a gente sabe, é um homem trabalhador, mas é meio confusa essa situação porque quem conhece ele diz aos pastores que não entendem o que está acontecendo”, relatou um dos pastores à reportagem do site Correio Central.

Outro pastor que esteve na Delegacia conversou com a reportagem do Correio Central após o encontro com o delegado, demostrou muita preocupação, ainda assim recorreu à fé para comentar o assunto: “Que Deus nos livre desse mal e o senhor cure e liberte, e sare qualquer ferida que pode ter sido causada nesse homem, porque dizem que ele é um cidadão trabalhador, e quem o conhece falou pra um dos pastores que não entende a causa dessa atitude”, pontuou.

A Polícia Civil informou que foi lavrado Termo Circunstância contra o acusado por perturbação a culto. Nesta quarta-feira (29), já foram registradas duas ocorrências contra ele por perturbação e acusado já recebeu a intimação para ele comparecer na Delegacia Civil o mais rápido possível.

O delegado Niki Locatelli informou que o 1º artigo que o acusado de invadir igrejas armado poderá responder é o de nº 208 do Código Penal: “Escarnecer de alguém publicamente, por motivo de crença ou função religiosa; impedir ou perturbar cerimônia ou prática de culto religioso; vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso: Pena - detenção, de um mês a um ano, ou multa”.

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br