Correio Central
Voltar Notícia publicada em 01/05/2021

Sepultada em Ouro Preto do Oeste operadora de caixa que sofreu queda de motoneta

Luciana e sua colega de trabalho caiu de motoneta em frente à Unisp há uma semana e sofreu traumatismo craniano.

Sob forte comoção, foi sepultada em Ouro Preto do Oeste no final da tarde do feriado deste sábado (01/05), Dia do Trabalhador, a operadora de caixa Luciana da Costa Alves, jovem de 22 anos que trabalhava no Supermercado Taí Max e sofreu um acidente de motoneta no dia 24 de abril, sábado da semana passada, quando se dirigia para o seu horário de almoço.   

A jovem morreu em Cacoal para onde foi encaminhada após permanecer 7 dias em coma. O velório foi realizado na funerária Paxpassport Bom Jesus, e o sepultamento no cemitério Campo Santo. A jovem era natural de Ouro Preto do Oeste.

No dia do acidente, Luciana transportava na garupa da sua motoneta a colega de trabalho Tainara, ambas sofreram uma queda na Avenida Capitão Sílvio Gonçalves de Farias, sentido BR-364, em frente ao prédio da Unisp.  

As garotas foram socorridas e conduzidas Hospital Municipal Dra. Laura Maria Carvalho Braga pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros. Luciana sofreu uma pancada na cabeça e teve traumatismo craniano. Tainara, que ocupava a carona, quebrou uma perna em dois lugares, na fíbula e na tíbia, e sofreu alguns hematomas.

Luciana chegou ao HM desacordada, recebeu os primeiros socorros e foi encaminhada para o Hospital Regional de referência de Cacoal, passou por cirurgia, mas não reagiu do estado de coma e seu falecimento foi confirmado no começo da madrugada de hoje.

A direção do Supermercado Taí Max lamentou o falecimento da comerciária que era colaboradora da empresa.

“Lamentamos profundamente a perca da nossa amiga e colaboradora Luciana Alves. Nossos mais sinceros sentimentos a todos os familiares e amigos.

Luciana era muito querida por todos colaboradores e clientes e nos deixará muita saudade.”

Fonte: www.correiocentral.com.br