Correio Central
Voltar Notícia publicada em 22/05/2020

Morte de professor José Aparecido enluta comunidade católica de Rondônia

José Aparecido no escritório onde trabalhava no Instituto Padre Ezequiel Ramin, na Diocese de Ji-Paraná. Previsão do velório a partir de 13 horas.

O falecimento do professor José Aparecido de Oliveira, aos 52 anos, ocorrido na tarde desta quinta-feira (21) em Ji-Paraná, causou comoção e tristeza na comunidade católica da região Central rondoniense.  

José Aparecido morreu dentro do escritório do Instituto Padre Ezequiel Ramin (IPER) organização vinculada a Diocese de Ji-Paraná que ele ajudou a criar ao longo dos anos, e atuava como orientador educacional.   

O corpo de José Aparecido estava caído no chão da sala entre duas mesas, e na mesa que ele trabalhava estava sua mochila e um capacete. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas devido a uma parada cardiorrespiratória fulminante, ele já estava sem vida.

O corpo de José Aparecido ainda está em Ji-Paraná aguardando a liberação pelo Serviço de Verificação de Óbito (SVO), e depois será transladado para Ouro Preto do Oeste, na funerária da Associação Vida Nova.

O velório será na igreja da comunidade Nossa Senhora Auxiliadora, localizada na esquina do travessão da Linha 16 da RO-473, a seis quilômetros da cidade de Teixeirópolis. O sepultamento será no cemitério que fica localizado nos fundos da igreja. O horário do velório está previsto para iniciar as 13 horas, e terá apenas 2 horas de duração em razão do Decreto em vigor de contenção ao contágio do novo coronavírus.  

José Aparecido era formado em Direito, e teve a sua formação dentro do grupo de base da Pastoral da Juventude, a Pastoral do Menor e dos movimentos sociais em prol dos direitos dos trabalhadores do campo.

Em uma live no último dia 18 de Maio, Dia Nacional de Combate à Exploração Infantil, ele agradeceu a Diocese de Ji-Paraná pelo apoio que sempre recebeu ao longo de sua trajetória.     

José Aparecido defendia o protagonismo infanto-juvenil, e dentro do Instituto ligado a Diocese foi criada a Escola de Cidadania, que capacita crianças e jovens a ampliar o seu grau de conhecimento sobre seus direitos e replicarem o aprendizado nas escolas em suas comunidades.

Na abertura da live sobre o tema Criança e Adolescente ele disse: “Esse dia pra nós militantes da causa do direito da criança e do adolescente é um dia de luta pela vida, pelo direito de viver, de sonhar, de crescer de forma saudável no seio familiar”.   

Nas redes sociais são muitas as homenagens prestadas a José Aparecido pelo seu falecimento.

“A diocese de Ji-Paraná perde uma das suas grandes lideranças, o popular Zé. Um leigo, amigo, compositor, profeta... comprometido com as causas sociais, sobretudo a Pastoral dos Migrantes desta diocese. GRATIDÃO pela tua vida, pelas suas músicas e composições históricas, teológicas e proféticas partilhadas com os migrantes através dos festivais de músicas e romarias da água e da terra.”

“Obrigada pelas alegrias compartilhadas aqui na terra, José Aparecido Oliveira. Sentiremos falta de sua cantoria, poesia, leveza, amizade, compromisso em defesa da vida. Vá feliz para o colo de Deus.”

JOSÉ APARECIDO SERÁ SEPULTADO NO CEMITÉRIO DE TEIXEIRÓPOLIS QUE FICA NA lINHA 16 ATRÁS DA IGREJA DA COMUNIDADE NOSSA SENHORA AUXILIADORA.

Fonte: www.correiocentral.com.br