Correio Central
Voltar Notícia publicada em 14/05/2020

Ex-picolezeiro de OPO que luta na Capital pra se formar pede ajuda nas redes sociais

Leandro Jesus voltou para Ouro Preto do Oeste e vai vender balas e jujubas para tentar pagar sua bolsa na faculdade em Porto Velho.

O universitário Leandro Jesus, que reside em Ouro Preto do Oeste, mas há vários anos batalha em Porto Velho vendendo cuecas e meias nas ruas para custear o curso de Enfermagem em uma faculdade na qual ele é bolsista.

No ano passado, Leandro perdeu a bolsa do curso de agronomia por não conseguir pagar em dia as parcelas, mas ele não desistiu do seu sonho e iniciou o curso de Enfermagem. Com a pandemia do coronavírus, Leandro retornou para a casa dos pais e está aguardando a quarentena para voltar às ruas e decidiu que vai vender balas e jujubas para não perder a oportunidade que ainda lhe resta.

“Gente como todo mundo sabe da minha Luta pra cursa minha faculdade de enfermagem, tenho que vender  meias e cuecas pra poder custear com as despesas com a faculdade, mas como todos sabem também, a fronteira com os outros países estão fechadas, por conta do corona virus, então já estou sem mercadorias, que seria meias e cuecas, agora terei que apelar pra vendas de balas e jujubas pra poder arrecadar  o valor pra poder pagar a faculdade e meu aluguel, que já está indo pra 2 parcelas vencidas, a faculdade também já está com 2 vencidas, por falta de recursos que está sendo bem  fraco até o momento.”

Leandro Jesus sempre foi visto na região de Ouro Preto do Oeste e de Ji-Paraná na estrada pegando carona, com um saco enorme nas costas cheio de cuecas e meias.

Quando criança até o início da juventude vendia picolé nas ruas da cidade. Esse rapaz é um exemplo de luta e perseverança, a publicação não vai publicar as condições que ele vive em Porto Velho para continuar sua faculdade por questões de privacidade.

Ele postou a seguinte mensagem: “Só a faculdade ela é R$ 766 aluguel R$ 250 comida R$ 400 transporte, mas uns R$ 200. Tive que vim até aqui recorrer com ajuda de vocês, no momento tive que vim para o interior, estou em Ouro Preto. Estarei vendendo minhas balas e jujubas aqui em Ouro Preto, Jaru e Ji-Paraná, caso alguém daqui queira ajudar comprando, ou de outra forma, entrar em contato comigo. 992675368.”

Ele está pedindo ajuda com dignidade e sinceridade, como sempre na sua vida. Foram inúmeras as vezes que ele pegou carona no veículo do Correio Central para voltar pra casa, até voltando de Ji-Paraná, Ariquemes e até de Porto Velho, onde decidiu ficar e cursar à universidade. Este rapaz merece vencer, e ele está humildemente pedindo ajuda:

“Sei que a estrada é muito longa, mas Deus está comigo, e vou vencer todas as barreiras pra alcançar e realizar o meu sonho. *Desculpe de vim até aqui, mas as redes sociais foi a forma que encontrei pra poder contar minha história, e vender os meus produtos.”

LEANDRO É BOLSISTA EM PORTO VELHO, ELE VOLTOU PARA OURO PRETO DO OESTE PARA VENDER BALAS E JUJUBAS PARA NÃO DEIXAR DE PAGAR A MENSALIDADE, PERDER O CURSO, E TENTAR PAGAR O ALUGUEL NA CAPITAL. 

Fonte: www.correiocentral.com.br