Correio Central
Voltar Notícia publicada em 15/09/2020

Entenda como funciona a 1ª fase de instalação de câmeras em Ouro Preto do Oeste

As primeiras 13 câmeras já dão resultado excepcional para a Polícia Militar e na queda no índice de crimes corriqueiros que ocorriam na cidade.

O projeto de videomonitoramento é mais uma empreitada da Polícia Militar de Ouro Preto do Oeste, em parceria do poder judiciário local, Ministério Público, participação da ACIOP, do Conselho Municipal de Segurança e da Prefeitura Municipal.

O projeto visa trazer mais efetividade a segurança pública em nossa cidade, vez que com implantação das câmeras amplia o poder de atuação da Polícia Militar.

O projeto teve início no ano passado quando o juiz Rogério Montai de Lima, que respondia pela 1ª Vara Criminal da comarca destinou R$ 226 mil de recursos do Poder Judiciário para a Polícia Militar iniciar o projeto.

Já houve aditivo, a Associação Comercial disponibilizou R$ 40 mil que será usado para manutenção do sistema, e a prefeitura providenciou a energia elétrica. Há uma emenda política do deputado Laerte Gomes e o senador Marcos Rogério, mas esse recurso ainda não foi disponibilizado para a PM.     

O comando da 3ª Companhia de Policiamento Ostensivo de Ouro Preto do Oeste *3ª Cia PO/OPO-2º BPM) informou que, por enquanto, na 1ª fase do projeto foram instaladas câmeras em alguns pontos estratégicos da cidade. Atualmente, tem 13 câmeras instaladas e funcionando.

Na 1ª fase do projeto, 17 câmeras estão instaladas em 7 pontos estratégicos da cidade. Uma fica na rotatória da Avenida Daniel Comboni com a Rua dos Seringueiros; marca Hikvision, modelo speedDome que gira em 360º.

Outra câmera é a da rotatória da Avenida Daniel Comboni com a Rua Gonçalves Dias; marca Hikvision, modelo speedDome que gira em 360º.

Uma fica na rotatória da Avenida Duque de Caxias com a Rua Getúlio Vargas; marca Hikvision, modelo speedDome que gira em 360º

Foram instaladas cinco câmeras na rotatória da Avenida Capitão Sílvio com a Rua Gonçalves Dias; tem uma que gira em 360º.

Quatro estão posicionadas na BR 364, saída para Ji-Paraná/RO, na entrada do morro Chico Mendes e quatro na BR 364, saída para Jaru/RO.

Entrada de acesso ao morro do Parque Chico Mendes é monitorada 24 horas, quem entra ou sai é registrado

Uma câmera especial que - são nove câmeras em uma -, sendo oito fixas e 1 (uma) speedDome que gira em 360º, na rotatória da Avenida XV de Novembro com a Rua Ana Nery;

Câmera voltada para a BR-364, na Ana Nery com XV de Novembro monitora a área comercial. São oito câmeras para as quatro saidas 

Além da imagem nítida em uma distância de até 300 metros, as câmeras permitem visualizar, de forma geral, uma área superior a mil metros de distância O videomonitoramento vem para fortalecer o serviço da Polícia Militar na cidade.

Fonte: www.correiocentral.com.br