Correio Central
Voltar Notícia publicada em 17/01/2020

Lançamento da colheita do cacau em Rondônia será em Ouro Preto do Oeste em abril

Em 2019, o setor cacaueiro encerrou o ano com a produção de 5,3 mil toneladas num total de 10 mil hectares de área plantada.

O lançamento oficial do início da colheita de cacau este ano vai ocorrer em Ouro Preto do Oeste no mês de abril, na ocasião também será lançado um concurso estadual para mensurar a qualidade do cacau produzido em Rondônia, informa a Secretaria de Comunicação (SECOM) do governo do Estado de Rondônia.

O governo apresentou números animadores da última colheita de cacau no estado, que indeicam a elevação de 17% no índice de produção por hectare plantado, em relação ao ano de 2018.

LEIA MATÉRIA PRODUZIDA PELA ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DO GOVERNO DO ESTADO:

Revitalização e fortalecimento da cadeia produtiva do cacau aumenta a produção em Rondônia   

Em 2019, o setor cacaueiro encerrou o ano com a produção de 5,3 mil toneladas num total de 10 mil hectares de área plantada, o que resultou em rendimento bruto superior a R$ 42 milhões. A produção teve um aumento de 28% em relação a 2018, onde foram produzidos 4,1 toneladas. Por município, em 2019, a produção média por hectare (561 quilos) registrou um aumento de 17% em relação ao ano anterior (479 quilos).

De acordo com o secretário de Estado de Agricultura (Seagri), Evandro Padovani, esse aumento na produção é atribuído ao planejamento e melhorias culturais, tecnologia de produção e novas práticas de manejo, o que viabiliza produzir mais em áreas menores. “O cacau de Rondônia destaca-se em terceiro lugar entre os maiores produtores deste fruto no país, ficando atrás apenas dos estados do Pará e Bahia. Estamos trabalhando para a nossa produção crescer a cada ano”.

FOMENTO À PRODUÇÃO

Para 2020, novas ações estratégias são traçadas  para revitalização e fortalecimento da cadeia produtiva do cacau,  inclusive na quarta-feira (15),o secretário Evandro Padovani esteve reunido com o superintendente da Comissão Executiva de Planejamento da Lavoura Cacaueira (Ceplac), João Batista Nogueira, e técnicos da área, no gabinete da Seagri, no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho.

Durante a reunião, a Seagri confirmou a destinação de mais de R$ 500 mil para iniciar as ações de produção de mudas, capacitação de produtores, técnicos e realização de eventos temáticos do setor.

A Seagri, em parceria com a Emater e Ceplac, também apresentou ao governo federal proposta de aplicação de recursos através de convênio na ordem de R$2 milhões, processo este ainda em análise. Outra ação importante que foi discutida é a aquisição de insumos para a produção de mudas na fazenda Futuro em parceria com a Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) para o projeto de ressocialização. Por fim, o secretário Padovani informou a renovação do Acordo de Cooperação Multinstitucional para o fortalecimento da cadeia produtiva do cacau em Rondônia.

INÍCIO DA COLHEITA

O lançamento do início oficial da colheita do cacau será no dia 13 de abril, em Ouro Preto do Oeste e também será realizado o concurso estadual de qualidade da amêndoa do cacau de Rondônia para promover a qualidade do produto.

Durante a Rondônia Rural Show, o fruto também terá espaço de destaque na vitrine do cacau onde será apresentada uma programação voltada a disseminação do conhecimento, tecnologia, produto e degustação de subprodutos como o chocolate e outros.

“É importante para o Estado e produtores termos o cacau exposto em diversas vitrines. O nosso produto é vendido para indústrias de chocolates e agroindústrias e segue para outros estados. A meta do governo de Rondônia é investir em melhorar ainda mais nossa produção cacaueira”, disse Evandro Padovani, secretário da Seagri.

Texto: Antonia Lima
Fotos: Daiane Mendonça, Irene Mendes e Antônia Lima
Secom - Governo de Rondônia

Fonte: www.correiocentral.com.br