Correio Central
Voltar Notícia publicada em 09/10/2018

Em vídeo, Bolsonaro agradece eleitores de Rondônia e pede voto para Marcos Rocha

Vídeo desfaz a declaração de Expedito Júnior de que ele vai montar palanque para Bolsonaro em Rondônia.

O candidato a presidente Jair Bolsonaro gravou um vídeo agradecendo aos eleitores de Rondônia pela expressiva votação que obteve no estado no 1º turno, e ele pede que a população aproveite o momento para mudar a política em Rondônia votando no coronel Marcos Rocha, candidato a governador do PSL.

Bolsonaro usou as redes sociais, terreno que ele domina com maestria, para dizer que não tem palavras para agradecer, e enviou a mensagem aos eleitores rondonienses. “Primeiro eu quero agradecer todo apoio e consideração, a confiança, as orações. Vocês foram, e estão sendo excepcionais para conosco. Juntos, mudaremos o destino do Brasil”, disse Bolsonaro, no começo de sua edição.

“Vamos votar no coronel Marcos Rocha, nosso candidato ao governo do Estado, vamos mudar Rondônia, vamos ter um governador perfeitamente afinado com o presidente da República”, concluiu Bolsonaro.

O vídeo de Bolsonaro começou a circular nas redes sociais horas depois que o candidato Expedito Júnior do PSDB, que venceu Marcos Rocha por uma diferença de 7,6 pontos percentuais, anunciou que vai apoiar Jair Bolsonaro no 2º turno.   

O vídeo de Bolsonaro meio que dissolveu a tentativa do candidato tucano em aliar seu nome ao do candidato do PSL, e certamente vai causar um revés nas intenções dos marqueteiros e palpiteiros de expedito Júnior que reuniu a imprensa de Porto Velho para afirmar seu apoio, e que o senador eleito Marcos Rogério vai ‘coordenar’ a campanha de Bolsonaro em Rondônia.

Mais cedo, um site também de Porto Velho publicou matéria dando conta que a decisão de Expedito é para atender deputados eleitos e ‘pacificar’ seus eleitores, justificativa essa que funcionou como ‘diálogo de surdo’ entre o candidato e o eleitorado em geral.

O PSDB de fato vai se aliar ao PSL de Bolsonaro em vários estados onde haverá 2º turno entre tucanos e petistas. No entanto, a eleição de Rondônia não entra na conta do PSL como aliado para formação de palanque, e se vier será como coadjuvante.

O jornal El País publicou reportagem onde coloca o PSDB fora do rol de protagonistas das eleições de 2018, mas indica que o partido se unirá a Bolsonaro em São Paulo para tentar emplacar João Dória, em Minas Gerais com Anastasia, no Mato Grosso do Sul onde o governador Reinaldo Azambuja enfrenta Odilon Coutinho, do PDT, e no Rio Grande do Sul, que tem o jovem Eduardo Leite contra Ivo Sartori, do MDB.

A reportagem do El País lembra que, no caso de Rondônia, Expedito Júnior vai enfrentar Marcos Rocha que é candidato puro sangue, assim como em Roraima aonde José de Anchieta do PSDB vai enfrentar Antonio Denaruim, candidato do partido de Bolsonaro.

No vídeo abaixo, Jair Bolsonaro deixa claro que coronel Marcos Rocha representa a mudança

No primeiro dia útil de campanha do 2º turno, o candidato Expedito Júnior demonstra que precisa alinhar a sua comunicação, unificar releases para toda a imprensa e, principalmente, utilizar com estratégia as redes sociais, um terreno fértil para o coronel Marcos Rocha que entrou para o 2º turno fora das projeções da política tradicional.  

Por Edmilson Rodrigues

    

Fonte: www.correiocentral.com.br