Correio Central
Voltar Notícia publicada em 13/04/2019

COMUNICADO: Enquete eleitoral é desabilitada por violação no sistema de votação

A empresa que montou a enquete verificou uma invasão ontem a noite e duas na manhã deste sábado, para manipular votos a favor de um único nome.

A direção do Jornal Correio Central Eireli, empresa responsável pelas publicações do site www.correiocentral.com.br, decidiu retirar do ar a enquete eleitoral lançada no final da tarde de sexta-feira (12) devido a três violações no sistema produzido por uma empresa de Ji-Paraná, contratada para criar e monitorar o levantamento sobre a sucessão de 2020 em Ouro Preto do Oeste.

O programador de sistemas responsável pela enquete informou que houve três violações, uma na noite de sexta e duas neste sábado pela manhã, em que uma espécie de robô eletrônico multiplica votos, em todas as vezes destinados a opção do nome do político Marcos Antônio Marques, o Marcos Sucão.

A editoria decidiu pela retirada do ar, o site está sendo escaneado 100% para ser identificado por onde alguém está conseguindo entrar no sistema e manipular a votação.

A editoria do site Correio Central não tem dúvidas que Marcos Sucão, que está sendo o único beneficiado com o crime de invasão da enquete, nada tem nada a ver com isso, e a intenção de quem está burlando o sistema da enquete é de causar discórdia e desconfiança geral.

A direção da empresa Correio Central já está providenciando o relatório do programador de sistemas para comunicar o fato à Delegacia de Polícia Civil e pedir providências quanto ao ocorrido.

Mais uma vez, reiteramos nossos sinceros pedidos de desculpas aos internautas que de fato participaram democraticamente optando por um dos nove nomes colocados na enquete.

Tão logo esses fatos sejam apurados, tentaremos novamente restabelecer a janela da enquete que não tem parâmetros que indique com exatidão a tendência eleitoral real da população de Ouro Preto do Oeste, tendo em vista que qualquer indivíduo pode votar, de qualquer cidade ou estado.

A intenção é de lançar várias enquetes com várias sugestões de nome visando apenas identificar possíveis lideranças e pessoas que têm seu nome ventilado para disputar cargo eletivo nas eleições de 2020.

Quanto ao político Marcos Marques, único que está sendo beneficiado com essa manobra criminosa, também estendemos o pedido de desculpas, embora ele já tenha manifestado sua opinião e feito julgamento antecipado do que considera se tratar de uma manipulação.

 

Fonte: www.correiocentral.com.br