Correio Central
Voltar Notícia publicada em 06/09/2017

Urgente: Luan Torres é executado em Ouro Preto em bar do bairro Novo Estado

Um pistoleiro chegou ao Bar do Reginaldo, se aproximou de Luan e disparou três vezes. A vítima morreu no local.

A Polícia Militar registrou em Ouro Preto do Oeste na noite desta quarta-feira (6) o assassinado de Luan Torres, que tinha 27 anos, e foi executado a tiros no Bar do Reginaldo, localizado na rua Castelo Branco, no Jardim Novo Estado.

Luan Era filho do Policial Militar da reserva remunerada Sinayr Martins Torres, morto na manhã do dia 30 de março de 2010 em confronto armado com ex-colegas de farda, no Jardim Novo Horizonte.

Segundo testemunhas, o pistoleiro surgiu no bar vindo da rua Espírito Santo, se aproximou de Luan e efetuou três disparos, um dos tiros transfixou o tórax e a coluna da vítima, segundo um bombeiro militar que tocou o corpo, antes de isolar o local até a chegada da Perícia Criminal.

Peritos criminais irão confirmar se a vítima foi ou não atingida por mais disparos.   

Após a ação do criminoso, um primo de Luan e colegas que o acompanhavam teriam saído do local, no entanto uma garota que havia acabado de chegar no bar disse que apenas viu o pistoleiro se aproximar e disparar contra a vítima.

Segundo testemunhas, Luan Torres estava no Bar do Reginaldo desde as 14 horas, o estabelecimento era o local preferido dele para jogar sinuca com os amigos e se divertir. “Ele brincou bastante com meu marido hoje à tarde, chegou cedo no bar e ficou bebendo e jogando sinuca”, contou uma mulher que estava entre os curiosos ao redor do cadáver. 

FOTO DO PERFIL DO FACEBOOK DA VÍTIMA FOI TIRADA NO BAR ONDE ELE FOI EXECUTADO 

Fonte: www.correiocentral.com.br