Correio Central
Voltar Notícia publicada em 10/07/2019

Risco de conflito armado em fazenda na Região de Ouro Preto do Oeste mobiliza polícias e Judiciário

A Fazenda que pertence a uma empresa de alimentos de Ji-Paraná está cercada por homens fortemente armados, segundo a denúncia.

Um grupo de homens armados estão aprontando o terror em uma fazenda na Região da Gleba Santa Rosa na linha 613, limite do município de Vale do Paraíso, duas ocorrências foram registradas na Delegacia Civil de Ouro Preto do Oeste informando que os indivíduos estão portando arma de grosso calibre ameaçando funcionários da propriedade que pertence a uma grande empresa de alimentos localizada em Ji-Paraná.

O grupo já fez duas investidas na fazenda que é 100% documentada, a primeira delas ocorreu na última quinta-feira e a partir da última segunda-feira eles estão cercando a propriedade e acuando os funcionários, ameaçando matar e destruir tudo. Segunda e terça-feira, novas ameaças ocorreram no local.  

Segundo relatos e depoimentos prestados aos delegados em Ouro Preto, os homens estão portando armas de grosso calibre e já expulsaram funcionários que estavam abrindo uma estrada na fazenda, e ameaçam ateara fogo na vegetação seca para destruir a estrutura da propriedade e expulsar os trabalhadores.

O clima é tenso, além da Polícia Judiciária, o 2º BPM de Ji-Paraná também já tem conhecimento da situação e equipes de policiais militares de Vale do Paraíso e do Patrulhamento Tático Móvel (PATAMO) foram deslocados para a área onde poderá haver um conflito armado caso as autoridades não interfiram em tempo e identifiquem os criminosos.

A Polícia Civil em Ouro Preto do Oeste não divulgou os relatórios de depoimentos de testemunhas e de funcionários da Fazenda Santa Rita que está sendo alvo de invasores. No entanto, o delegado Niki Alves Locatelli afirmou que a Polícia Judiciária está trabalhando em conjunto com a Polícia Militar e o Poder Judiciário que já tem conhecimento dos fatos. 

A região em questão tem sido palco de invasões e mortes, ocasionadas pela invasão da Fazenda Trianon, que fica mais ao sul, na região do Distrito de Rondominas. Vários assassinatos já foram registrados na área de invasão, a última morte na área ocorreu em janeiro, quando um ex-proprietário de uma frutaria no Jardim Aeroporto em Ouro Preto do Oeste foi assassinado a tiro de espingarda.

Donos da fazenda denunciam queimadas ilegais na propriedade e ameaças de morte

A Fazenda na linha 613 já é alvo dos invasores há 3 anos, segundo os administradores já houve desmatamento ilegal e queimadas propositais. De uma semana para cá, as investidas têm sido feitas por homens armados e ameaçadores.

Polícia Militar está mobilizada em Ji-Paraná e na região de Ouro Preto do Oeste para evitar conflito armado nas áreas de invasões

Nas áreas ocupadas da Fazenda Trianon, na região do Distrito de Rondominas, já houve vários assassinatos em emboscadas nas matas e barracos, por disputa de terra e extração ilegal de madeira entre os próprios invasores. 

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br