Correio Central
Voltar Notícia publicada em 20/09/2017

Polícia prende mulher que matou o pai para ficar com herança

Os agentes descobriram que Jessica matou o pai com um tiro na nuca para ficar com a herança avaliada em R$ 500 mil.

Uma mulher suspeita de matar o próprio pai foi presa nesta terça-feira (19) no Rio. De acordo com a Polícia Civil, Jéssica Coutinho, de 30 anos, executou Paulo Cesar com um tiro na nuca para ficar com a herança da família. Antes de ser presa, a suspeita chegou a dizer à polícia que o pai havia sido vítima de um assalto. 

 

O crime aconteceu no dia 29 de agosto. Segundo a polícia, no dia do ocorrido, Jessica estava na casa do pai, no bairro da Pavuna, na zona norte. Ela disse que um criminoso havia entrado na residência e, após luta corporal, teria matado Paulo Cesar. O caso chegou a ser registrado como latrocínio (roubo seguido de morte). 

 

Após investigação da DH (Divisão de Homicídios da Capital), os agentes descobriram que Jessica matou o pai para ficar com a herança avaliada em R$ 500 mil. Ele era proprietário de imóveis residenciais e comerciais.

 

Jessica Coutinho foi indiciada pelos crimes de homicidio qualificado, fraude processual e denunciação caluniosa, já que durante a investigação apontou um cliente do bar da vitima como o assassino.

Fonte: R7