Correio Central
Voltar Notícia publicada em 08/06/2019

Pintor que causou acidente com morte em Ouro Preto tem prisão cautelar decretada

Valto Martim além de causar o acidente, não socorrer as vítimas só compareceu à Delegacia depois de ser intimado.

O juiz da 1ª Vara Criminal da Comarca de Ouro Preto do Oeste decretou a prisão do pintor Valto Martim, de 38 anos, motorista do veículo VW Gol que provocou o atropelamento de três pessoas em Ouro Preto do Oeste na madrugada do dia 26 de maio, e acabou tirando a vida de Edvaldo Fialho dos Santos (34), que faleceu na última terça-feira em Cacoal no HEURO.

Valto foi preso no final da manhã desta sexta-feira enquanto trabalhava. A vítima fatal do atropelamento Edvaldo Fialho foi velada no templo da Assembleia de Deus sede, e sepultado na manhã de quinta-feira.

A representação pela prisão do autor do acidente partiu do delegado Niki Alves Locatelli diante da constatação que Valto dirigia o veículo inabilitado em estado de embriaguez sem a mínima capacidade motora.

O pintor entrou no veículo e, ao arrancar empregando velocidade na avenida Daniel Comboni, em frente ao Pub Crazy Beer, atropelou Edvaldo, mais duas garotas de 17 e 19 anos e foi embora, completamente sem noção do que fazia.

Ao lado, funciona uma unidade do Subway de câmeras de monitoramento colhidas pela polícia revelam a aglomeração de pessoas na hora do acidente e, que, por pouco, não houve uma tragédia ainda maior da que foi registrada com a morte de Edvaldo Fialho.

Outro agravante para que o delegado expedisse o pedido de prisão preventiva do pintor foi o fato de que além de ter deixado o local do acidente sem prestar socorro às vítimas, ele só ter se apresentado na Delegacia após ser intimado.

Agentes da Polícia Civil prenderam o acusado na manhã de ontem, o levaram para realizar o exame de corpo de delito e depois o encaminharam a Casa de Detenção da cidade.

Fonte: www.correiocentral.com.br