Correio Central
Voltar Notícia publicada em 22/06/2017

Pimenta Bueno: jovem de 20 anos confessa latrocínio de escrivão da Polícia Civil, e entrega comparsa do crime

Alisson Edivaldo Alexandre Sena, de 20 anos, confessou o latrocínio e entregou o comparsa que o ajudou a cometer o crime bárbaro.

A Polícia Civil elucida o latrocínio ocorrido em Pimenta Bueno no qual foi vitimado o escrivão da Polícia Civil José Carlos da Silva Barbosa, que foi cruelmente assassinado na madrugada desta quinta-feira em sua residência localizada no perímetro urbano da BR-364, próximo à sede da AABB.

Alisson Edivaldo Alexandre Sena, de 20 anos, confessou o crime e entregou o comparsa. José Carlos da Silva Barbosa foi morto a facadas, teve pertences e seu veículo VW Gol roubados, o carro foi encontrado na Linha 010, perto de Rolim de Moura.

CORPO VIRÁ PARA  OURO PRETO DO OESTE

O CORPO DE José Carlos da Silva Barbosa será trazido para Ouro Preto do Oeste até o começo da madrugada de sexta-feira e velado na capela da funerária da Associação Vida Nova, na Avenida XV de Novembro, a família ainda não divulgou o horário do sepultamento.

A irmã da vítima do latrocínio, Creuza Matias da Silva Barbosa, que é viúva do policial civil José Andrade Filho, está em Pimenta Bueno aguardando a liberação do corpo, para o translado para Ouro Preto do Oeste. José Carlos da Silva era policial civil desde 1990; ele era formado em Psicologia, Pedagogia e Direito.

JOSÉ CARLOS FOI ASSASSINADO DENTRO DE SUA RESIDÊNCIA POR DOIS JOVENS


Fonte: www.correiocentral.com.br