Correio Central
Voltar Notícia publicada em 16/04/2018

Ouro Preto: PM flagra suspeito de furtar fios de energia na construção da casa de um pastor no Park Amazonas

Adalberto de Oliveira já foi detido várias vezes furtando fios; ele confessou o furto para a PM e foi entregue na DP.

Policiais militares que patrulhavam pelos bairros da cidade de Ouro Preto do Oeste no domingo (15) conseguiram prender em flagrante Adalberto de Oliveira, de 21 anos, pelo crime de furto de fios de energia.

O agente foi flagrado com uma sacola contendo aproximadamente 30 metros de fios, uma lâmpada e bocal furtados de dentro de uma construção localizada no Park Amazonas, que pertence a um pastor da Igreja evangélica Assembleia de Deus Central (IEAD).   

Adalberto é velho conhecido da polícia na prática deste tipo de crime. Ele mora na Aluízio Ferreira, no limite do Jardim Novo Horizonte (Cohab). O autor do furto estava com um alicate, e admitiu aos militares que usava a ferramenta para cortar fios e furtá-los.  

A guarnição da PM, comandada pelo sargento PM Edinaldo, com os soldados Araújo e D. Oliveira, conseguiu êxito graças ao apoio de populares e moradores das adjacências que acompanharam os passos de Adalberto, e ajudaram a polícia a localizar e prender o infrator.

Segundo o sargento Edinaldo, esta é a segunda vez que uma guarnição comandada por ele prende Adalberto pelo mesmo crime. A PM conduziu o acusado até a Delegacia na UNISP, onde foi lavrada ocorrência do crime de furto em flagrante delito. O delegado flagranteou o acusado e ele foi conduzido à Casa de Detenção da cidade. 

Na madrugada de domingo, o vigilante da praça Parque do Bosque registrou uma tentativa de furto de fios, os relógios do espaço público chegaram a ser desligados. Existem várias ocorrências de furto de fios, há relatos de vítimas que tiveram o relógio de suas casas desligados durante a madrugada.

Em uma casa da Aluízio Ferreira, a energia foi cortada para que os fios de energia fossem furtados. Na Delegacia Civil, este tipo de ocorrência se tornou rotineira. Os crimes aumentam, provavelmente, em razão de haver receptadores atuando na região.    Obs: texto corrigido às 10h31, em 16/04

CASA NA ALUÍZIO FERREIRA FICOU SEM ENERGIA APÓS FURTO DE FIOS 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br