Correio Central
Voltar Notícia publicada em 24/12/2018

Ouro Preto: idoso de 81 anos acusa filhos de se apropriar de dinheiro e pensões

Idoso acusa a filha de se apossar de pensões por invalidez e viuvez, e sustenta que o filho recebeu a parcela de um carro vendido e não repassou o dinheiro.

Em Ouro Preto do Oeste a polícia apura a denúncia de um idoso de 81 anos de idade que denunciou uma filha sua de ter se apropriado de dois meses de duas pensões, por invalidez e viuvez, e também acusa outro filho seu de tê-lo lesado, ao não repassar a ele a quantia de R$ 4.000,00 de um dinheiro de uma dívida recebida.

A denúncia de furto, por parte dos irmãos contra o pai idoso, foi apresentada no Ministério Público, e a queixa do ancião gerou uma investigação criminal que está sendo concluída pela Polícia Judiciária, em conformidade com a Lei nº 10.741/03, que criou o Estatuto do Idoso.

Segundo o ancião, sua filha reside com ele e fica com os cartões bancários, e no mês de outubro ela teria sacado o equivalente a dois meses de benefício de invalidez e de viuvez sem o seu consentimento.

Com relação ao filho, que reside em outro município do interior do estado, o idoso relatou que vendeu um veículo, ele foi ao comprador, recebeu a parcela devida e se apropriou do dinheiro.   

O delegado Niki Alves Locatelli, que conduz a investigação, enfatiza que a Lei do Estatuto do Idoso é uma ferramenta útil para inibir casos de abusos contra pessoas da terceira idade, e orienta que pessoas que se sentirem vítimas podem procurar a polícia para a devida a apuração dos fatos.  

Dados da polícia e da Justiça revelam que, grande parte dos crimes contra idosos são cometidos por familiares.

No caso dos irmãos que são acusados pelo pai, caso eles sejam considerados culpados, serão criminalizados pela Lei 10741 no Art. 102: Apropriar-se de ou desviar bens, proventos, pensão ou qualquer outro rendimento do idoso, dando-lhes aplicação diversa da de sua finalidade:

Pena - reclusão de 1 (um) a 4 (quatro) anos e multa.

Fonte: www.correiocentral.com.br