Correio Central
Voltar Notícia publicada em 24/04/2017

Ouro Preto: homem invade casa da sogra com facão e tenta matar jovem de 22 anos; genro e sogra acabam presos

O genro tinha cinco mandados de prisão em aberto e a sogra tinha uma prisão para cumprir, condenada por receptação

Um quiproquó terrível, alimentado por um ódio mortal que culminou num ‘homicídio tentado’, foi armado final da manhã desta segunda-feira (24) numa residência do Bairro Nova Ouro Preto após um homem (de idade não fornecida) invadir a casa da sogra com um facão moderno da marca Corneta para tentar matar um desafeto de apenas 22 anos de idade.

Gilvan Souza Silva, o autor das ‘facãozadas’, que tinha cinco mandados de prisão contra ele em aberto, foi localizado no Hospital Municipal de Ouro Preto do Oeste e preso por tentativa de homicídio (ou homicídio tentado), a vítima Gustavo Resende Saraiva, que deu endereço fixo da cidade de Ariquemes, foi socorrido ao HM e encaminhado para Ji-Paraná, com uma fratura exposta do golpe que levou nas mãos, mas ao se defender de posse de um pedaço de madeira, também lesionou Gilvan. Agressor e vítima não revelaram o motivo de tanta discordia e ódio.

A sogra de Gilvan, Aparecida Fátima de Almeida, de 39 anos, que era tida como testemunha da briga, acabou sendo detida e presa porque havia contra ela um mandado de prisão por receptação, datado de 2015. Na Delegacia, segundo registro policial, Gilvan bateu boca com o jovem e disse que ainda não havia acabado o serviço, e também ameaçou a policial militar que digitou os fatos na ocorrência, dizendo que a militar podia esperar que na rua acertaria as contas com ela.

Ao final, genro e sogra ficaram trancafiados, o jovem foi encaminhado para Ji-Paraná, e os militares soldados PM Rosana, R. Pinheiro e Messias voltaram para a rotina de patrulhamento da cidade de Ouro Preto do Oeste e adjacências.   

 

  

 

Fonte: www.correiocentral.com.br