Correio Central
Voltar Notícia publicada em 02/09/2019

Ouro Preto: dona de casa tem falso perfil postado em site propondo sexo a três

A vítima, de 31 anos, teve um falso perfil publicado em um site propondo sexo a três com outro homem e seu marido.

Uma dona de casa de 31 anos, casada e mãe de dois filhos, moradora em Ouro Preto do Oeste (RO), teve o número do seu celular e a sua foto de perfil de WhatsApp publicada em um site de relacionamentos anunciando que ela estava à procura de homem para praticar sexo com o seu marido assistindo a cena.

A vítima está recebendo acompanhamento psicológico, após a publicação de sua foto e celular, que ocorreu no dia 12 de agosto. Ela recebeu centenas de propostas indecentes, nudes e até contato de homem da cidade de Ouro Preto do Oeste propondo a orgia anunciada no site.

O falso perfil descreve que ela é de Ji-Paraná, tem 30 anos, mas o que atraiu centenas de homens no país inteiro foi uma mensagem postada abaixo da foto dela em que estava escrito “casadinha com corno bem mansinho que curte ver outros homens me ‘.........’”.

A publicação da foto e celular da vítima com conteúdo erótico apelativo provocou o envio de várias mensagens com menções pornográficas, propostas indecentes e nudes de homens pelados mostrando o pênis e outras partes do corpo.

Um homem de Ouro Preto do Oeste, achando que o anúncio era real, efetuou insistentemente 28 ligações de vídeo pelo WhatsApp querendo fazer contato com a vítima, mas como ela não atendeu ele desistiu.

Vítima pasou por constrangimentos e humilhações por causa do falso perfil

No momento que decidiu bloquear o celular e a conta de WhatsApp, a mulher em Ouro Preto do Oeste percebeu que havia 469 mensagens no aplicativo devido ao perfil falso com sua foto e contato publicado no site.   

Na foto original do WhatsApp da vítima ela está com o filho de 10 meses no colo. A foto foi cortada e ficou aparecendo um pedaço da orelha da criança. “Era a foto de perfil do meu whatsapp, eu tenho esse menino e uma filha que vai completar 15 anos. Minha vida virou um inferno”, relatou a vítima que quer Justiça.  

A vítima fez contato com o site e tentou retirar o anúncio do site, mas como não foi ela quem postou não conseguiu apagar o falso perfil do classificado. A vítima acredita que quem fez essa maldade seja alguém próximo, que por uma razão alheia enviou seus dados de conta e WhatsApp com a foto para o referido site.

O fato foi registrado na Delegacia de Polícia Civil que investiga o caso na tentativa de identificar rastros do autor (a) da falsa publicação. A vítima, casada há 16 anos, quer Justiça e que a polícia identifique quem fez a publicação.

ANÚNCIO ESCONDIDO 

O site não é pornográfico com exposição de fotografias eróticas, é uma página de classificados de anúncio grátis de compra e venda de imóveis, carros usados, empregos, mas há uma janela de Relacionamentos com 10 categorias incluindo encontro casual de homem e mulher, de casais, de relação entre gays e lésbicas, massagem, acompanhantes etc.    

Apesar da enxurrada de mensagens pervertidas e insanas que a vítima recebeu, houve homens que ao perceberem que ela estava sendo vítima de um perfil falso imediatamente recuaram e a orientaram a pedir ajuda. “Desculpa também que eu não sabia que era mentira o anúncio...Me perdoa. Denuncia lá, pede pra tirar. Fica com Deus”, escreveu um indivíduo de São Paulo que estava em Rondônia a serviço, e se interessou pelo falso perfil da vítima.

É expressamente proíbida a publicação deste conteúdo sem a prévia autorização.

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br