Correio Central
Voltar Notícia publicada em 20/11/2017

Jovem preso em Ouro Preto por furto e roubo de motos é reconhecido por duas vítimas, afirma delegado


Diogo Félix dos Santos, o DH, de 19 anos, preso na última sexta-feira pela Polícia Civil de Ouro Preto do Oeste pelo furto da motoneta Honda modelo 125 ES, placa NBQ-7447/OPO, ano 2012/12, em crime realizado por volta de 2 horas da madrugada no estacionamento ao lado da República Sertaneja, no centro da cidade, foi reconhecido também pela mulher de 32 anos que teve uma motoneta, sua bolsa e pertences roubados na noite anterior, de quinta-feira, na rua Castelo Branco.

A foto atualizada do jovem está sendo divulgada para que possíveis vítimas de roubo de moto possam reconhecer o criminoso, testemunhas que ajudarem a polícia terão a sua identidade preservada.

A última vítima de Diogo estacionou a motoneta ao lado da República Sertaneja, e quando retornou o veículo não estava no local. A vítima de quinta-feira à noite transitava em uma motoneta Honda Biz pela Castelo Branco, na altura do Bairro Liberdade, quando foi interceptada por uma dupla que ocupava uma bicicleta.

Um dos bandidos saltou da pedaleira da bike, sacou de uma arma de cano grosso, e empregando violência física e psicológica apontou para a cabeça da vítima iniciais C.F.S., e a derrubou no chão. Diogo foi reconhecido pelas duas vítimas, e foi identificado em imagens de câmeras de monitoramento cedidas para a polícia pela direção da República Sertaneja.

O criminoso apontou a arma para a cabeça da vítima, de iniciais C.F.S., e ordenou que ela passasse tudo que tinha, nesse momento a bolsa grande da marca Very Rio que a mulher carregava caiu no chão, espalhando uma Nécessaire, documentos pessoais, três cartões bancários (Banco do Brasil, Bradesco e CAIXA), um aparelho celular LG Style 200, e a quantia de R$ 120,00.

Os bandidos juntaram os pertences da vítima, se apossaram do celular e capacete, e fugiram levando a motoneta Honda de cor preta, placa OHI-9205/Vale do Paraíso. 

 Diogo foi preso na casa de sua avó no Bairro Jardim Aeroporto, confessou que foi o autor do furto na República Sertaneja, e levou os agentes até uma casa abandonada rua Itamauru Gois de Siqueira, aonde havia escondido a motoneta do último furto. A moto roubada na quinta-feira ainda não foi recuperada.

Fonte: www.correiocentral.com.br