Correio Central
Voltar Notícia publicada em 15/09/2017

Homem de 51 anos abusa de menino de 7 anos em Vale do Paraíso e caso choca a população

O tarado é religioso, casado, tem duas filhas, e iludiu a criança dizendo que ia pagar um sorvete para ela, e a levou para um curral

Um homem de 51 anos de idade foi preso na cidade de Vale do Paraíso por estupro de vulnerável praticado contra uma criança de apenas 7 anos de idade, o autor do crime foi detido pela Polícia Militar, trazido até Ouro Preto do Oeste, o delegado Niki Alves Locatelli decretou a sua prisão e ele foi trancafiado em uma cela da Casa de Detenção da cidade.

O fato aconteceu na noite de terça-feira, o pai tomou conhecimento no outro dia cedo e comunicou a Polícia Militar. O acusado Eromar de Oliveira da Veiga, que trabalha em um mercado da cidade, foi preso na tarde da quarta-feira e escapou de ser linchado pela população na hora que seu ato bestial foi descoberto.

O menino contou ao pai, um idoso com 70 anos, que estava brincando com outros coleguinhas quando Eromar se aproximou em uma motocicleta e o convidou para à casa de um amigo, e teria dito para a criança que depois iam tomar um sorvete.

Ao invés de seguir para a casa do dito amigo, o tarado se dirigiu com o menino para um lugar escuro, atrás de um curral que fica na rua 04 de Janeiro, no Setor 04. Lá, o acusado primeiro esfregou o pênis nas costas da criança, e continuando o ato bestial passou saliva no seu órgão sexual e introduziu na vítima.

A criança contou que sentiu dor e deu um grito, momento em que o tarado parou o ato e disse que estava tudo bem, e que levaria o menino para casa. Os militares que atenderam a solicitação do pai acionaram os membros do Conselho Tutelar para acompanhar o desenrolar da ocorrência policial.

O estupro de vulnerável praticado contra a criança indefesa causou indignação na população de Vale do Paraíso, principalmente pelo fato de o acusado ser um homem casado, pai de duas filhas, e um religioso frequentador de uma das Igrejas mais conservadora da cidade.

Imagem: ilustrativa

  

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br