Correio Central
Voltar Notícia publicada em 06/03/2017

Empresa de Ouro Preto faz contrato pelo celular de anúncio grátis na internet, cai num golpe, e perde R$ 2.600,00

A proposta de contrato era gratuita, mas veio cobrança de 600 reais, depois de 2 mil e por último de 14 mil reais

Acreditando que falava com a atendente de uma empresa de telefonia, e estava levando uma grande vantagem com anúncio gratuito na internet para uma empresa local, um funcionário de uma farmácia de Ouro Preto do Oeste aceitou uma proposta por telefone, e fez a assinatura do referido serviço, informando os dados cadastrais e o número do CNPJ da firma.

A primeira ligação que a vítima de 32 anos recebeu era de uma mulher que se identificou como Cibele, no dia 13 de fevereiro, informando que representava uma operadora de telefonia. Porém, dez dias depois, outra suposta atendente que se apresentou como Maria Samira também ligou dizendo que era do Cartório de Protesto, havia um boleto vencido em aberto no nome da empresa no valor de R$ 600,00, e a vítima pagou para evitar maiores problemas.

Após pagar o suposto boleto, a vítima ouviu do outro lado da linha que tinha mais 11 boletos, e para rescindir o contrato teria que pagar a quantia de R$ 2.000,00, e novamente ele depositou o valor. Na última quinta-feira, dia 2 de março, a suposta Maria Samira ligou novamente informando que havia outro boleto, desta vez no valor de R$ 14.000,00.

 Ante a situação, e percebendo que havia caído num golpe à vítima procurou a Delegacia de Polícia Civil e registrou ocorrência policial por estelionato/fraude.

As facilidades e possibilidades encontradas pelos golpistas e a desatenção das vítimas têm aumentado consideravelmente o número de ocorrências de estelionato e fraudes de diversas naturezas na Delegacia da cidade.

 

 

Fonte: Por Edmilson Rodrigues