Correio Central
Voltar Notícia publicada em 04/01/2019

Casal é amarrado e trancado na tulha em um assalto na zona rural de Ouro Preto do Oeste

Os ladrões amarraram o vaqueiro com os braços para trás e passaram a corda por cima da cumeeira do telhado puxando para cima. A mulher dele foi amarrada no chão.

Dois assaltantes praticaram um roubo na área rural de Ouro Preto do Oeste com severas ameaças e cárcere privado das vítimas que foram mantidas reféns dos bandidos até que eles deixassem a propriedade que fica localizada no travessão da 12 da RO-470, com acesso também pelo travessão da estrada do japonês.   

Os ladrões renderam o vaqueiro de 21 anos e o levaram para o quarto da casa, colocaram um lençol sobre seu corpo, e iniciaram as buscas por dinheiro e objetos de valor.

Em seguida, os criminosos obrigaram o vaqueiro e a sua esposa a irem para a tulha, uma espécie de celeiro, amarraram a mulher com os braços para trás, deixando-a sentada no chão.

Em seguida, os ladrões amarraram o vaqueiro com os braços para trás e passaram a corda por cima da cumeeira do telhado puxando para cima, impedindo que a vítima conseguisse se soltar. Antes de ir embora, a dupla fechou a tulha com cadeado e corrente.    

O vaqueiro que trabalha na propriedade veio até a Delegacia Civil registrar a ocorrência, e relatou ter sido rendido por dois indivíduos que chegaram na propriedade por volta de 5H40 min em uma moto Honda Twister de cor vermelha e solicitaram uma chave de fenda, alegando que iam mexer no carburador do veículo que estava falhando.

A vítima procurou pela chave e não encontrou, e quando retornou um dos elementos já estava com uma arma de fogo apontada para ele. O vaqueiro também relatou que os ladrões roubaram de dentro da residência a quantia de R$ 550,00 que era parte do seu salário, um par de alianças, um celular Samsung Galaxy Core 2, um relógio e um capacete San Marino.

Pela descrição feita pelas vítimas, o ladrão que ocupava a garupa da moto é alto e magro, usava uma jaqueta moletom vermelha e marrom, e usava brincos de bolinha com pedrinha vermelha nas orelhas. O condutor é baixo, branco, e estava de calça jeans azul e botina cano baixo de cor amarela.

 

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br