Correio Central
Voltar Notícia publicada em 29/07/2017

Caminhonete atinge motoqueiro de Urupá na pista da Linha 200 entre Vale do Paraíso e Ouro Preto

Dois ocupantes da moto Hornet, que moram em Urupá, foram atingidos pela HiLux conduzida por morador de Ouro Preto

Um acidente ocorrido na madrugada deste sábado (29) próximo a comunidade Conejo, aproximadamente a 8 kms de Ouro Preto do Oeste, envolvendo uma caminhonete Chevrolet S-10, de cor branca, ano 2011 (placa NCY-7818), e uma motocicleta CB 600f Hornet na rodovia estadual 470 (linha 81), causou ferimentos em duas vítimas do segundo veículo, que foram socorridos por populares ao Hospital Municipal Dra. Laura Maria Carvalho Braga.  

O condutor da motocicleta Escione Lucas de Souza, 41 anos, e o carona Getúlio Soriano Silva Junior, 30 anos, que reside no município de Urupá, foram atingidos pela caminhonete que era conduzida por Eder Pessin, que mora em Ouro Preto. Os ocupantes dos dois veículos se deslocavam de Vale do Paraíso, onde está sendo realizada uma festa agropecuária.

Escione recebeu os primeiros socorros, e o prontuário médico do HM relata que ele quebrou uma clavícula, sofreu um corte na cabeça e foi encaminhado para o Hospital Regional de Ji-Paraná, enquanto o carona foi medicado e liberado na parte da manhã deste sábado.    

Após o acidente, a Polícia Militar foi acionada e compareceu ao local do acidente, encontrou os dois ocupantes da motocicleta caídos e sendo socorridos pelo Corpo de Bombeiros; os militares anotaram na ocorrência que o condutor da caminhonete se evadiu do local sem prestar socorro.    

Eder Pessin se apresentou na Delegacia Civil de Ouro Preto do Oeste na manhã de hoje para apresentar o veículo que colidiu na traseira da moto, e deu a sua versão dos fatos. Segundo o motorista da caminhonete, ele seguia sentido a Ouro Preto e se deparou com a motocicleta praticamente parada na pista, e não teve como desviar.

Ainda segundo o condutor, ele não ficou no local do acidente e não socorreu as vítimas no seu veículo, mas deixou no local um amigo que viajava com ele, seguiu até um ponto onde o celular entrou em área, e conseguiu acionar o Corpo de Bombeiros. Eder disse que não voltou ao local do acidente porque ficou apavorado, reconhece que agiu errado, e se apresentou para responder pelo seu ato.

A motocicleta envolvida no acidente foi conduzida ao pátio da Delegacia Civil, e a caminhonete será entregue na DP na manhã de segunda-feira.

Moto sofreu avarias na traseira e teve um pneu furado com a colisão

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues