Correio Central
Voltar Notícia publicada em 08/08/2017

Ladrões arrombam de novo a porta da Farmácia do Juarez e furtam remédio psicotrópico controlado

Ladrões levaram moedas e medicamentos psicotrópicos, utilizados como antidepressivos, ansiolítico, tranquilizantes e restritos a tratamentos psiquiátrico

A Farmácia do Juarez de Ouro Preto do Oeste, localizada na avenida Daniel Comboni, amanheceu com a porta da frente arrombada, este é o segundo furto praticado contra o estabelecimento em cinco semanas.

Os ladrões furtaram dinheiro e moedas do caixa, e furtaram medicamentos psicotrópicos que são utilizados como antidepressivos, ansiolítico, tranquilizantes e restritos a tratamentos psiquiátrico, que só podem ser vendidos mediante apresentação de receituário do médico.    

 

O proprietário Juarez Arrabal chegou cedo para abrir a farmácia e percebeu que de nada adiantou o reforço que ele providenciou para a porta de acesso ao estabelecimento. “Eu reforcei a porta, coloquei cadeado e mesmo assim eles quebraram o cadeado, arrombaram a fechadura e entraram. A estratégia foi a mesma, entraram pelos fundos”, detalhou a vítima do furto.  

 

No último arrombamento à farmácia seguido de furto, ocorrido no dia 1 de julho, o proprietário da farmácia teve um prejuízo estimado de R$ 2 mil, além do transtorno e bagunça deixada pelos criminosos.

Após os crimes sofridos, o empresário disse que até já adotou hábitos para tentar inibir os criminosos de causarem prejuízos dentro da sua farmácia. “As moedas eu já deixo no caixa para que eles levem e façam menos estrago dentro da farmácia. A quantidade de remédios controlados não dá pra saber ainda, eles ficam separados e a farmacêutica tem acesso e o controle precisa contar a medicação”, lamentou.

  

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues