Correio Central
Voltar Notícia publicada em 16/11/2017

Tribunal do Júri da Comarca de Ouro Preto julga quatro crimes de homicídios cometidos na região

É a primeira Sessão de Júri Popular do juiz Rogério Montai e a última do prédio velho obsoleto do Fórum Jurista Teixeira de Freitas

O Fórum Jurista Teixeira de Freitas iniciou na última terça-feira (14) a Pauta de Processos que serão levados a Julgamento na terceira Sessão Periódica do Tribunal do Júri da Comarca de Ouro Preto do Oeste nos dias 14, 16, 21 e 23 de novembro, quatro réus serão julgados pelo crime do artigo 121 do CP (Homicídio), cometidos nos municípios de Mirante da Serra, Nova União e Teixeirópolis.

É a primeira pauta de Júri conduzida pelo Juiz de Direito Rogério Montai de Lima, titular da 1ª Vara Criminal, que assumiu o lugar deixado pelo juiz Haruo Mizusaki, que ficou 12 anos à frente da Vara Criminal de Ouro Preto do Oeste, e foi transferido para Ji-Paraná, no final do primeiro semestre do ano. Esta também é, a última Sessão de julgamentos no prédio antigo do Fórum que será transferido para a nova sede, no dia 1º de dezembro.  

 Nesta quinta-feira (16), está sendo julgado o réu solto Jeremias Soares Arruda, 21 anos, com endereço na Linha 66 em Mirante da Serra, pelo crime de homicídio qualificado tentado cometido contra Wanderson Delfino, e por corrupção de menores - artigo 244-b Eca.

Na terça-feira, houve o julgamento de Nilvan Simoura Marques por homicídio qualificado tentado, cometido contra Marcos José Santana, e o Júri entendeu que o réu solto praticou o crime de homicídio qualificado em razão de motivo fútil condenando-o a peba base fixada em 12 anos de reclusão, com agravante da reincidência a pena foi elevada para 14 anos, mas NIlvan teve a pena reduzida para 9 anos e quatro meses em regime fechado e como a defesa vai recorrer da sentença o réu continuará em liberdade.     

Na próxima terça-feira, 21 de novrmbro, será julgado David Pablo Melo de Oliveira, hoje com 24, pelo assassinato de Eduardo Baptista Ferreira, 33, que foi morto por um golpe de canivete desferido pelo acusado com ajuda de um comparsa identificado por Antonio Marcos da Silva Santos, que estava com a arma do crime.

O crime foi cometido no dia 20 de abril, Domingo de Páscoa, em Nova União, durante a festa denominada I Encontro dos Cauboys veja link http://correiocentral.com.br/noticias-det.php?cod=4051.  

Quinta-feira, dia 23 de novembro, será a vez do julgamento de Josimar Alves e do policial militar Maiquy Paulo de Lima da Silva, pelo assassinato da vítima Patrick Borges da Silva, em crime ocorrido na cidade de Teixeirópolis, em 2008.

SESSÃO PERIÓDICA

O Juiz Rogério Montai agradeceu aos jurados selecionados para a terceira Sessão de Julgamentos da Comarca, aos estudantes do Ensino Médio da Escola Estadual Aurélio Buarque de Holanda que estão acompanhando os julgamentos com a professora Lucineia Moulaz, de Língua Portuguesa.

O juiz também fez agradecimentos ao Promotor de Justiça doutor Tiago Cadore e ao Ministério Público, e de maneira gentil a todos que compõem o Tribunal do Júri. “Mais uma vez registro o prazer de realizar o primeiro Júri aqui na comarca e na companhia ombreando comigo o Ministério Público, nossos elogios também ao doutor Gilberto da Defensoria Pública, agradeço nossos servidores, oficiais de justiça pelo trabalho desempenhado aqui hoje”, relacionou o juiz, citando também a presença da Polícia Militar.  

Fonte: www.correiocentral.com.br