Correio Central
Voltar Notícia publicada em 04/10/2018

Polícia de Ouro Preto divulga foto de dupla que aplica golpes em idosos em agência bancária

O pilantra se passa por cliente da agência, engana e afasta a vítima do caixa. A mulher aparece e pega o dinheiro sacado.

A Polícia Civil de Ouro Preto do Oeste divulgou imagens de um homem e uma mulher que aplicaram dois golpes contra idosos dentro da agência bancária no centro da cidade na manhã de quarta-feira (3), para que as pessoas fiquem atentas e possam ajudar na prisão dos estelionatários.

Para aplicar o golpe, o estelionatário age primeiro usando um crachá falso, engana o idoso que pede ajuda, depois a mulher surge e completa a pilantragem sacando o dinheiro do caixa eletrônico.

Uma das vítimas denunciou na Delegacia que entrou na agência do Bradesco na Avenida XV de Novembro pouco antes da abertura para o público para sacar R$ 950,00 do benefício de aposentadoria.

O criminoso que se oferecia para auxiliar se aproximou ao perceber que a idosa precisava fazer o recadastramento.

No momento que o caixa informou que as cédulas estavam sendo contadas, o bandido enganou a idosa dizendo que algo havia dado errado e a afastou do caixa. A mulher que é comparsa no estelionato se do caixa, sacou o dinheiro da idosa e saiu de dentro da agência.

As imagens que a polícia selecionou são do momento que o pilantra engana a idosa, e de quando a suposta bandida sai da agência levando o dinheiro da vítima.

O delegado Niki Alves Locatelli alerta a população que a dupla pratica estelionato, ou furto mediante fraude, e estudam a vítima idosa ou que precisa de ajuda, antes de enganá-las.

“Funciona assim: esse indivíduo usa uma espécie de crachá falso e finge ser atendente. Os idosos se aproximam, ele faz a operação e diz que deu um erro e já leva a pessoa para dentro da agência. Quando eles saem do caixa a comparsa entra na agência só para pegar o dinheiro”, detalhou o delegado.

Caso alguém veja um dos dois estelionatários pode entrar em contato com a delegacia ou acionar a Polícia Militar

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br