Correio Central
Voltar Notícia publicada em 02/08/2018

Ouro Preto: aluno do Joaquim de Lima sofre violenta agressão na praça da matriz; VÍDEO mostra vítima em convulsão

O agressor disse que tinha foto da irmã da vítima nua e além de não mostrar o nudes agrediu covardemente o estudante.

Vídeos de uma briga entre dois adolescentes ocorrida na tarde desta quinta-feira (02) na praça Padre Camaioni, no centro da cidade de Ouro Preto do Oeste, que está circulando nas redes sociais gerou revolta em muitos pais de família da cidade.

A Polícia Civil vai investigar e apurar os motivos da agressão se há o envolvimento de maior de idade na hora da confusão.

O jovem agredido é R. A.F., de 17 anos, estudante da Escola Estadual Joaquim de Lima Avelino, o agressor não usa camiseta escolar e seria estudante do Ceeja professor Antônio de Almeida. Ao cair, o adolescente bate forte a cabeça no chão e sofre uma convulsão.   

No vídeo, o adolescente que comete o ato reprovável tem o apelido de “bola”, e ele se aproveitou do momento que o estudante olha para o lado e covardemente o agride com um soco e um chute.

Quando percebe que o rapaz entra em crise, um dos adolescentes ao redor da confusão grita para os colegas acionarem o Corpo de Bombeiros. A briga aconteceu por volta de 17h20, depois da saída da aula.

O estudante foi encaminhado para o Hospital Municipal desmaiado e só acordou depois que foi medicado.  

O MOTIVO

A reportagem do Correio Central apurou com familiares do estudante que desde o começo da semana o agressor estaria insinuando que tem uma foto no celular da irmã dele nua e ameaçava postar nas redes sociais.

O aluno chamou o agressor pra mostrar a foto várias vezes, e na tarde de hoje em nova discussão o agressor além de não apresentar a foto, ainda teria chamado a irmã de R. de vagabunda.

No vídeo há vários adolescentes, mas é possível que tenha maior de idade agitando a confusão.

VEJA O VÍDEO - IMAGENS FORTES. 

A mãe do estudante agredido, de 39 anos, disse que seu filho só acordou no leito do HM, que ele está com a parte da cabeça inchada, um corte na boca por causa do aparelho que usa, e não se lembra de nada desde o momento que caiu.

Ela disse que seu filho ficou muito irritado essa semana por conta dos comentários do outro adolescente, e que em conversa com sua filha ela garantiu que nunca fez nudes. “Eu quero que, se ele tiver foto da minha filha vai ter que mostrar. Quero que a polícia apure isso, minha filha não faz isso, meu filho nem sai de casa e ficou aborrecido com as conversas sobre a irmã”, cobrou a mãe.  

“Hoje é com meu filho, amanha é com filho de outro”, alertou.  

POLÍCIA CIVIL

O delegado Niki Alves Locatelli teve acesso aos vídeos, e adiantou a reportagem que o procedimento da Polícia Civil será, inicialmente, a verificação do autor da agressão, conferir a sua idade e da vítima.

Os dois sendo menores será lavrado um Processo de Apuração de Ato Infracional (PAAI) de conduta do adolescente e dependendo do grau da lesão após laudo di médico legista será instaurado um inquérito contra o agressor por tentiva de homicídio. “Se for lesão leve será lavrado um termo circunstanciado”, adianta o delegado.  

Reportagem - Edmilson Rodrigues - colaborou edição do vídeo: Hélio Edson Caetano.

Fonte: www.correiocentral.com.br