Correio Central
Voltar Notícia publicada em 16/11/2018

Médicos cubanos não deixam Ouro Preto até dezembro e não há previsão de caos na saúde do município

Apenas o médico Guilherme Pino retorna para Cuba dia 28, os demais permanecerão até 25 de dezembro.

Dos nove profissionais do Programa Mais Médico que trabalham em Ouro Preto do Oeste no no atendimento a pacientes dos PSFs, apenas o médico cubano Gilhermo Pino, que trabalha no PSF do conjunto Novo Horizonte (Cohab) retorna para Cuba no dia 28 de novembro, a informação é da médica Marlenes Ramirez Gonzalez, da equipe de profissionais cubanos que atua no município.

O governo federal deu prazo de 40, até 25 de dezembro, para os médicos continuarem cumprindo o contrato, e a Secretaria Municipal de Saúde (SEMSAU) informou que os oito médicos cubanos irão continuar trabalhando normalmente até a passagem deles ser emitida para o retorno a Cuba.

A orientação da coordenação do programa Mais Médico em Rondônia é para que as secretarias municipais mantenham o atendimento com os médicos cubanos até vencer o prazo do contrato, conforme despacho emitido pelo Núcleo de Atenção Básica da Secretaria Estadual de Saúde (SEMSAU).

Dessa maneira, a população que é assistida nos PSFs não ficará à mercê da sorte, conforme foi alardeado na cidade. “Acredito que não teremos problemas em primeiro momento. Caso o governo não desse jeito, a prefeitura teria de contratar mais profissionais e isso vai acontecer de uma forma ou de outra”, tranquiliza Cristiano Ramos Pereira, secretário municipal de Saúde.

MINISTÉRIO VAI CONTRATAR 8.332 MÉDICOS BRASILEIROS

Comunicado emitido pelo governo federal nesta sexta-feira (16) a todos os estados informam que o Ministério da Saúde realiza uma reunião com a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde) para a definição da saída dos médicos cubanos e entrada de profissionais brasileiros que serão selecionados por edital.

Será finalizada a proposta de edital para contratação de 8.332 vagas que serão deixadas pelos médicos cubanos. A primeira chamada de profissionais brasileiros em primeira chamada de edital será realizada ainda no mês de novembro e o comparecimento aos municípios, imediatamente após a seleção.

 

Fonte: www.correiocentral.com.br