Correio Central
Voltar Notícia publicada em 31/03/2018

Em Ouro Preto do Oeste a Sexta-feira Santa é celebrada com encenações da Via Sacra em 15 estações

Neste sábado, às 20hs inicia a Vigília Pascal e o encerramento do Tríduo iniciado na Quinta-feira Santa. Domingo de Páscoa 5 hs acontece a alvorada de fogos.

A Sexta-feira da Paixão de Cristo foi celebrada em Ouro Preto do Oeste com a apresentação em 15 estações, instaladas em ruas da cidade, do Evangelho da narração do sacrifício de Jesus desde a sua entrega, morte e ressurreição. Cada ato foi encenado por uma comunidade representando o seu setor da cidade.

A primeira estação, da encenação da condenação de Jesus, foi montada na Praça Parque do Bosque por fiéis da Comunidade São Mateus, do Jardim Aeroporto; a 14ª estação, a da morte, e a 15ª, da ressurreição de Jesus Cristo, foram encenadas pelos membros da matriz do Santuário de Nossa Senhora Aparecida.  

Neste sábado, às 20hs inicia a Vigília Pascal e o encerramento do Tríduo iniciado na Quinta-feira Santa. A Missa inicia fora da Igreja com a Benção do Fogo. Após a benção do fogo, ascende o círio pascal que é Jesus, a luz que dissipa todas as trevas, e a seguir a celebração inicia com as luzes todas apagadas, os cristãos levam velas e ascendem nos círios e seguem em procissão a caminho do templo da Matriz.  

Domingo de Páscoa as 5 horas acontece a alvorada de fogos de celebração da ressureição de Cristo. A Semana Santa para os católicos iniciou uma semana antes, no Domingo de Ramos (25), com a Procissão de Ramos que representa a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém.  

Na quinta-feira Santa (29) iniciou o tríduo Pascal com a instituição da Eucaristia e a Missa do Lava-Pés que faz a memória da morte, da paixão e ressurreição de Jesus. “Ontem celebramos a restituição da eucaristia, Jesus que nos amou até o fim estava com os seus, e antecipou a sua morte, mas não derramou sangue, e à sua crucificação dizendo isto é meu corpo, isto é meu sangue”, descreve o padre José Natal, reitor do Santuário. 

Padre Natal também observa que, a Vigília Pascal deste sábado para os católicos é cheia de símbolos, de significado, onde os cristãos usam a vela, a água o fogo e vários símbolos. Ele também falou da simbologia da cruz. “A cruz de Jesus para nós cristãos não é sinal de derrota e fracasso, mas é sinal de vitórias, de conquistas é sinal de alegria. As trevas não venceram a luz. A gente celebra o domingo com alegria, da paz e da ressurreição. Que a presença do Jesus ressuscitado realmente transforme o nosso viver”, pregou padre Natal.   

As 15 Estações instaladas na avenida Capitão Sílvio (bosque), e avenidas Gonçalves Dias e Daniel Comboni foram encenadas por fiéis da Comunidades na seguinte ordem:

1ª Estação Comunidade São Mateus, do Jardim Aeroporto; 2ª Estação Comunidade São Francisco de Assis, bairro da União; 3ª Estação Comunidade São José da BR-364; 4ª Estação Comunidade Nossa Senhora de Nazaré, Jardim Novo Horizonte; 5ª Estação Comunidade Mãe Perpétua do Socorro, do Jardim Novo Estado; 6ª Estação Comunidade São Sebastião, do Jardim Aeroporto II; 7ª Estação Comunidade Santo Agostinho, do bairro Nova Ouro Preto; 8ª Estação Comunidade Nossa Senhora das Graças, do bairro Alvorada; 9ª a Estação Comunidade Nossa Senhora da Piedade, do Jardim Bandeirante; 10ª Estação Comunidade Santíssima Trindade, no Bairro da Liberdade; 11ª Estação Nossa Senhora de Guadalupe, no Bairro da Liberdade; 12ª Estação Santuário de Nossa Senhora Aparecida; 13ª  Estação Comunidade Nossa Senhora de Fátima, do Colina Park; 14ª e 15ª Estações Santuário de Nossa Senhora Aparecida (matriz).

       

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues