Correio Central
Voltar Notícia publicada em 30/12/2017

WhatsApp abandona smartphones antigos nesta virada de ano

A partir do dia 1º de janeiro, a companhia não dará mais suporte aos aparelhos com BlackBerry OS e BlackBerry 10, além do Windows Phone 8.0 ou versões anteriores.

Os donos de smartphones antigos que possuem o WhatApp em seus aparelhos poderão enfrentar grandes problemas para receber aquela felicitação de ano novo de uma pessoa querida. A partir de 1º de janeiro de 2018, a companhia não dará mais suporte aos aparelhos com BlackBerry OS e BlackBerry 10, além do Windows Phone 8.0 ou versões anteriores.

“Apesar desses aparelhos móveis terem sido uma parte importante da nossa história, eles já não oferecem a capacidade necessária para expandirmos as funções do nosso aplicativo no futuro”, explicou a empresa em nota.

Segundo a companhia, os programas instalados continuarão funcionando até que chegue uma nova atualização. “Não haverá mais desenvolvimento para essas plataformas, algumas funções podem parar de funcionar a qualquer momento”, completou.

No início do ano, o WhatsApp encerrou o suporte para Android 2.1 (Eclair) e 2.2 (Froyo), iOS 6, Windows Phone 7 e Nokia Symbian S60. Para 2020, há a perspectiva do Android 2.3.7 e versões anteriores não receberem mais atualizações da companhia. A empresa sugere que os usuários desses aparelhos adquiram telefones com Android 4.0 ou superior, Windows Phone 8.1 ou superior, ou um iPhone com iOS 7 ou superior.

No mesmo comunicado, a empresa explicou que esses sistemas operacionais eram dominantes no passado, mas perderam espaço no mercado. Em 2009, quando o WhatsApp foi lançado, cerca de 70% dos smartphones comercializados tinham BlackBerry ou Nokia. Agora, Android, iOS e Windows Phone estão em 99,5% dos celulares. “Quando olhamos a frente para os nossos próximos sete anos, queremos focar nossos esforços em plataformas móveis que a vasta maioria das pessoas usam”, justificou.

A decisão faz com que a empresa fique livre para criar novas funcionalidades para os smartphones, sem precisar estar presa às versões antigas que obrigavam uma fragmentação desnecessária.

Apple se desculpa por iPhones antigos

Nova York, EUA. Em uma carta aberta divulgada na última quinta-feira, a Apple pediu desculpas aos usuários de iPhone depois de enfrentar críticas após admitir que, nos modelos mais antigos do smartphone, o desempenho do aparelho é prejudicado para compensar problemas de bateria. “Nós sabemos que alguns de vocês sentem que a Apple os deixou na mão. Nós pedimos desculpas”, disse a empresa em nota.

Para tentar compensar o imbróglio, a companhia informou que irá reduzir o preço de substituição de uma bateria em um telefone fora da garantia dos atuais US$ 79 (R$ 275) a US$ 29 (R$ 100). O serviço começará em terras norte-americanas em janeiro e deverá ser estendido ao resto do planeta até dezembro de 2018.

Em janeiro, a empresa promete uma atualização do software “com novos recursos que proporcionam aos usuários maior visibilidade da saúde da bateria do iPhone para que eles possam ver por si mesmos se a condição está afetando o desempenho do aparelho”, completa a nota. 

Fonte: O Tempo