Correio Central
Voltar Notícia publicada em 23/02/2016

Trote aplicado em alunos da faculdade de Vilhena repercute mal na mídia nacional

Passados oito dias do ocorrido, ainda figuram matérias sobre o assunto em veículos de expressão nacional. O trote foi aplicado por um grupo de 40 alunos veteranos.

O trote aplicado contra sete alunos do curso de agronomia da Faculdade da Amazônia em Vilhena atingidos por uma mistura de creolina e larvicida, registrado na semana passada, ganhou proporções e virou destaque na mídia nacional, o assunto foi destaque nos maiores meios de comunicação do país.


Passados oito dias do ocorrido, ainda figuram matérias sobre o assunto em veículos de expressão nacional. O trote foi aplicado por um grupo de 40 alunos veteranos. No primeiro dia de aula da faculdade. Eles mandaram os calouros se ajoelhar e tirarem a camisa e passaram o liquido no corpo deles.


O liquido provocou queimaduras de 1º grau no corpo de estudantes, o grau de lesão do adolescente Lucas Ribeiro Boehm, de 17 anos, foi o que mais mereceu destaque na imprensa nacional. O episódio serviu para levar uma péssima imagem para o Estado de Rondônia ao resto do país.


Em nota, a diretoria da Faculdade repudiou o episódio e informou que instaurou um processo disciplinar para apurar o trote, e não descarta a possibilidade de suspensão e ater mesmo a expulsão dos envolvidos no lamentável episódio. 

 

FOTO: Agência DA Press