Correio Central
Voltar Notícia publicada em 13/08/2019

Rondônia: Homem afirma ter fotografado fantasma de uma mulher em Rondominas

A imagem foi tirada perto de onde um homem se suicidou, e isso bastou para muitos crerem que se trata de um fantasma.

Uma fotografia tirada de um celular na semana passada por Almir Santos, 42 anos, morador do Distrito de Rondominas, localizado a 55 Km da cidade de Ouro Preto do Oeste (RO), está gerando muitos causos por causa da imagem de uma mulher vestida de preto entrando na cidade pela estrada de terra da Linha 24, via do entroncamento de acesso a localidade pela RO 153.

O vaqueiro afirma que há também a imagem de um boi deitado embaixo de uma mangueira ao lado de uma placa de trânsito. Porém, a qualidade da foto não é muito nítida, e a visualização mostra apenas uma silhueta aparentando ser de um bovino. Quanto a imagem da mulher em meio a poeira e o sol escaldante, há bastante clareza, inclusive dá pra observar que ela carrega uma bolsa preta no braço esquerdo.

O fato de a imagem da mulher ter aparecido quase em frente a uma residência onde um homem cometeu suicídio por enforcamento no mês de junho deste ano, bastou para desencadear várias versões e deixar muita gente encabulada. Os mais incrédulos, acusam o autor da foto de ter feito uma montagem.

Um primo do autor da foto, que pertence a uma Congregação religiosa do Distrito, levou as imagens para os pastores, e eles teriam afirmado que as imagens são da “morte” rondando o local para levar mais um com ela, porém eles estão em oração para expulsá-la.

A imagem em meio a poeira que Almir tirou causou muita repercussão, e ele jura que a mulher nem o boi estavam no foco do seu celular, e até agora não consegue entender o que aconteceu. “Pode olhar a outra foto que eu tirei do mesmo lugarzinho. Pessoal fala que é montagem, mas eu não sei fazer montagem e sou meio ‘cru’ com telefone. Eu até já apaguei do meu telefone, não quero saber desse “tramboio” não sô”, comentou por telefone.

Almir contou a reportagem que na noite anterior ao dia que tirou a foto assistiu ao Jornal Nacional (TV Globo) e viu uma reportagem mostrando Porto Velho com muita fumaça, e sobre o clima quente e seco em Rondônia. No outro dia, ele decidiu tirar a foto e enviar para o grupo de WhatsApp de seus familiares que moram em Curitiba (PR) e com outros parentes de Rondônia.

Autor da foto diz que o boi sentado embaixo da mangueira também não estava lá

Ao ver a imagem um primo de Almir do município de Buritis perguntou quem era a mulher na foto vestida daquela forma num calor escaldante. “Eu perguntei pra meu primo: que mulher uai? não tirei foto de mulher não. Na hora ‘tava’ um calorão danado, mas quando fui olhar de novo fiquei encabulado”, recorda-se.    

O administrador do Distrito Roseneo Alves também comentou a respeito da repercussão em torno da fotografia, destacando o fato de que a mulher que aparece na imagem não foi vista na cidade, e até o momento não foi identificada. Razão pela qual, o assunto continua rendendo na região de Rondominas.

A REPORTAGEM DO CORREIO CENTRAL SEPAROU A IMAGEM DA MULHER DO CENÁRIO DA FOTO PARA CHEGAR A UMA IMAGEM PRÓXIMA DE COMO SERIA A PESSOA QUE APARECE NA FOTOGRAFIA TIRADA POR ALMIR.

Fonte: www.correiocentral.com.br