Correio Central
Voltar Notícia publicada em 11/06/2019

Jantar para casais: Amor é monossomático, não existem dois seres iguais, orienta igreja

Preleção na 3ª Igreja Presbiteriana de Ouro Preto do Oeste serve de reflexão para a semana do Dia dos Namorados.

Durante a preleção realizada no 21º Jantar para Casais promovido pela 3ª Igreja Presbiteriana de Ouro Preto do Oeste (RO) localizada na Rua Itamauru Gois de Siqueira, na última sexta-feira (07), o reverendo Rogério Julio Machado recorreu ao profeta Amós que transmitia a palavra de Deus e profetizava sobre o juízo divino para pregar a união plena dos casais estabelecido no Senhor.  

A preleção e o jantar é parte da programação da igreja para a semana do Dia dos Namorados, e há mais de duas décadas auxilia casais com ensinamentos que apregoa que o casamento tenha princípios estabelecidos pelo criador.   

O pastor citou o Versículo “Andarão dois juntos se não houver entre eles acordo?” (Amós 3.3), e recorreu a dados do IBGE, consumados entre 1984 e 2016 para pontuar que, a partir da lei do Divórcio, em 1977, em razão de desacordo entre casais, a cada três casamentos realizados no país um é desfeito.

Na visão de pastor Rogério, que congrega na 3ª Igreja Presbiteriana de Ji-Paraná, no Bairro Santiago, há pessoas que pensam que ao ir para a igreja vai resolver todos os problemas matrimoniais, porém o casamento ele é no Senhor, e se estabelece através da convicção e no compromisso que o casal faz um com o outro.

“O casamento é monossomático porque ele não é a união de duas pessoas iguais, ele é a união de duas pessoas diferentes e essa diferença é que traz sabor ao casamento, traz sabor à vida do casal porque um entra com uma forma de vida e o outro entra com a outra, e os dois unindo vão somar”.

O pastor lembrou que o desacordo paralisa tudo, atrapalha qualquer casal, qualquer coisa que ambos estejam fazendo ou tentando, e se torna a “porta aberta” para que o diabo atrapalhe a vida do casal. “O desacordo entre o casal, principalmente, ele é uma porta escancarada para que o inimigo faça um estrago na vida de uma família”, alerta.

Na visão da igreja, é preciso pensar que o acordo é um pacto, é um eixo entre as duas pessoas, entre esse casal. “Por outro lado, o acordo é a porta aberta que Deus quer abençoar na tua vida, na tua casa. A presença de acordo é Deus trabalhando na sua vida, prega o pastor”

Os casais ouviram do preletor que a concordância de pensamento, sentimento, de projetos, tudo isso é pensado quando se fala em andar junto. “Então, é impossível duas pessoas andar juntas sem esse acordo, sem esse eixo aí na sua vida, sem propostas de pensamento, sem diretrizes pra começar a caminhar”.

O pastor Marcony Jahel que dirige a 3ª Igreja Presbiteriana de Ouro Preto do Oeste, agradeceu imensamente aos participantes do 21º Jantar para Casais, salientando ao final que o evento é uma forma de reforçar o laço de união e familiar de jovens casais e daqueles que vivem em acordo graças ao seguimento do histórico religioso familiar.  

 

 

 

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br