Correio Central
Voltar Notícia publicada em 30/09/2019

Prefeitura inaugura nova sede do CREAS em Ouro Preto do Oeste

Prefeito Panisoly destacou que com o prédio novo no Park Amazonas, a prefeitura deixa de pagar mais um aluguel de imóvel.

A Prefeitura da Estância Turística Ouro Preto do Oeste, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMAS) realizou na tarde da última quarta-feira (25) a inauguração da nova sede do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) “Novo Amanhecer”.

A construção faz parte do Acordo de Cooperação DAF 158/2018, firmado entre a empresa Interligação Elétrica do Madeira S.A (IE MADEIRA) com a Prefeitura do Município, e é resultado de uma compensação por serviços prestados no setor de transmissão elétrica no estado de Rondônia.

O evento contou com a presença do prefeito Vagno Panisoly, do Representante da IE Madeira de Porto Velho Renan Porto, do Consultor da IE Madeira de São Paulo Júlio Cesar Ferreira, dos vereadores Sergio Castilho, Jeferson da Silva, Celso Coelho e Bruno Brustolon, dos representantes de conselhos e associações, equipe da SEMAS, CREAS e CRAS, e demais autoridades do município. Alguns usuários dos programas sociais desenvolvidos pelo CREAS também participaram da inauguração.  

O prédio está localizado no Residencial Park Amazonas, na rua Paraná, nº 610, e a construção foi finalizada no valor de R$742.860,00 (Setecentos e quarenta e dois mil e oitocentos e sessenta reais), valor pago pela IE MADEIRA. A contrapartida do município foi no valor de R$13.190,00 (Treze mil e cento e noventa reais) que corresponde aos móveis e equipamentos instalados no novo CREAS.

Representantes do IE MADEIRA de Porto Velho e de São Paulo vieram à inauguração

O espaço oferece serviços especializados e continuados à famílias e indivíduos em situação de ameaça ou violação de direitos como violência física, psicológica, sexual e cumprimento de medidas socioeducativa. O serviço tem como foco a família e a situação vivenciada. O CREAS atua dando o acesso aos direitos socioassistenciais, além da construção de um espaço de acolhida qualificada, auxiliando na superação da situação de violação de direitos. Para realização das atividades, os serviços devem ser desenvolvidos em conjunto com a rede de serviços da Assistência Social, órgãos de defesa de direitos e das demais políticas públicas. A articulação é fundamental para fortalecer as possibilidades de inclusão da família em uma organização de proteção que possa contribuir para a reconstrução da situação vivida.

O CREAS conta com 03 assistentes sociais, 02 psicólogas e uma equipe de apoio para dar suporte nas atividades. O centro atende hoje uma média de 200 pessoas ao mês, desenvolvendo atividades com base no PAEFI, um programa do Governo Federal.

Durante o evento, o prefeito Vagno Panisoly destacou o empenho na celeridade para a entrega do prédio, pois além de proporcionar um espaço apropriado para os atendimentos dos usuários dos programas, o município deixa de gastar com o aluguel do antigo CREAS. Texto e fotos: Laisiane Silvestre

Fonte: www.correiocentral.com.br - assessoria