Correio Central
Voltar Notícia publicada em 10/05/2017

Ouro Preto do Oeste se tornou Estância Turística, mas até hoje sequer é cadastrado no Ministério do Turismo

Embora tenha trocado a nomenclatura, Ouro Preto do Oeste não é cadastrado no Ministério para receber recursos de turismo

EDMILSON RODRIGUES - Ouro Preto do Oeste deixou de ser um município como os demais no Estado de Rondônia e se tornou Estância Turística, os documentos públicos ganharam uma nova logo e os poderes Executivo e Legislativo a nomenclatura de Prefeitura e Câmara da Estância Turística.

No entanto, uma revelação feita pelo deputado federal Luiz Cláudio da Emater (PR), durante a audiência pública do Dnit em Ouro Preto do Oeste, para discutir sobre a construção de um viaduto ou passarela no cruzamento da Avenida XV de Novembro com a BR-364, causou surpresa e desapontamento nos empresários que investem recursos privados no turismo regional e nos munícipes que estavam presentes no evento.

O deputado Luiz Cláudio se virou para o prefeito Vagno Panisoly e disse, ao microfone, que ficou decepcionado ao fazer uma visita no Ministério do Turismo, em Brasília (DF) e tomar conhecimento que a Estância Turística de Ouro Preto do Oeste não está cadastrado no órgão federal que tem excedente de recursos para aplicar no setor turístico brasileiro. “Eu verifiquei que em Rondônia apenas o município de Porto Velho está devidamente cadastrado no Ministério do Turismo”, afirmou o deputado federal rondoniense.

Após explanar sobre a situação, o deputado federal Luiz Cláudio ofereceu auxílio através de seu Gabinete em Brasília para que a administração proceda com a documentação necessária para o cadastramento junto ao Ministério do Turismo.

A revelação do deputado Luiz Cláudio não gerou nenhum comentário do prefeito da cidade, mas causou estranheza e surpresa na plateia, tendo um empresário e uma moradora do setor chacareiro se manifestado ao microfone, para exporem a frustração de saberem que Ouro Preto do Oeste não é cadastrado no Ministério onde existem os recursos para investimentos no turismo.

O único documento divulgado pelo Ministério do Turismo é o de que através da Portaria 172, de 11 de julho de 2016, Ouro Preto do Oeste faz parte do roteiro turístico “BR-364/ Caminhos de Rondon”, juntamente com os municípios de Cacoal, Ji-Paraná, Presidente Médici e Vilhena. Nada mais.

A declaração do deputado Luiz Cláudio, durante a audiência pública do Dnit, foi como jogar um balde de água fria na cabeça de empreendedores do turismo que estão se esforçando para criar atrativos turísticos na região de Ouro Preto. “Eu não estava em Ouro Preto no dia da audiência, mas tomei conhecimento do que disse o deputado e confesso que fiquei desanimado”, afirmou um empresário do ramo, que pediu sigilo do seu nome.

DEPUTADO LUIZ CLÁUDIO COLOCOU O GANINETE EM BRASÍLIA À DISPOSIÇÃO DO PREFEITO VAGNO PANISOLY

 

 

 

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues