Correio Central
Voltar Notícia publicada em 03/08/2017

Câmara aprova Lei que torna mão única 10 ruas entre a Daniel Comboni e XV de Novembro, da BR até a Gonçalves Dias

A lei da mão única nas ruas vai vigorar assim que a prefeitura sinalizar os locais que sofrerão as mudanças

A Câmara Municipal da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste aprovou na Sessão Ordinária da última terça-feira o Projeto de Lei nº 2.221, de 31 de julho de 2017, enviado pelo Poder Executivo, que transforma em mão única 10 ruas perpendiculares às avenidas Daniel Comboni, XV de Novembro, Capitão Sílvio Gonçalves de Farias, rua Getúlio Vargas e rua do Bosque.

De acordo com a Lei, serão implantadas mão única, entre a Daniel Comboni e XV de Novembro, às ruas Marechal Rondon (marginal da BR-364), Ana Nery, Castelo Branco, Juscelino Kubistchek, Princesa Isabel, Seringueiros, Getúlio Vargas, Café Filho e a avenida Gonçalves Dias.

A rua do Bosque, será mão única em toda sua extensão sentido à rua Frederico Cantarelli até a avenida Capitão Sílvio Gonçalves de Farias. Ou seja: quem segue pela Capitão Sílvio não poderá entrar à direita, terá que seguir em frente até a rotatória do Taí Max.

Na argumentação à Lei, a prefeitura considera essa mudança pelo fato de essas ruas serem estreitas e com muito comércios, farmácias, hospitais, clínicas e laboratórios, dificultando e colocando em risco a travessia de pedestres, e que nos horários de pico é quase impossível atravessar uma dessas ruas devido ao fluxo de veículos.

O prefeito Vagno Gonçalves Barros, o “Vagno Panisoly”, tem 90 dias para sancionar a Lei e pôr em prática o projeto de implantação de mão única nessas vias.  

Pela nova Lei o sistema de trafegabilidade nessas vias vai se desenvolver da seguinte forma:

A rua Marechal Rondon – marginal da BR onde fica situado o Shopping Popular – em toda sua extensão será mão única sentido avenida XV de Novembro para a avenida Daniel Comboni – descendo.

A rua Ana Nery, onde ficam localizadas as agências bancárias e a Praça dos Migrantes, em toda sua extensão será acessada pela avenida Daniel Comboni sentido a XV de Novembro.

A rua Castelo Branco – dos hospitais Master Dei, São Lucas e laboratórios – em toda sua extensão será mão única da avenida XV de Novembro para a Daniel Comboni.

RUA CASTELO BRANCO TERÁ MÃO ÚNICA A PARTIR DA XV DE NOVEMBRO 

A rua Juscelino Kubistchek será mão única sentido avenida Daniel Comboni para a XV de Novembro. A parte da rua JK onde fica localizada a Escola Estadual Joaquim de Lima Avelino e a Escola de Educação Infantil Cecília Meireles ficou de fora do projeto.

A rua Princesa Isabel – da Bina Cell – será acessada pela avenida XV de Novembro sentido a Daniel Comboni.

A rua dos Seringueiros será mão única sentido a avenida Daniel Comboni para a avenida XV de Novembro.

A rua Getúlio Vargas será mão única a partir da avenida XV de Novembro até a esquina com a Daniel Comboni.

A rua Café Filho – do Fórum, Promotoria e cartórios – será mão única da avenida Daniel Comboni sentido a avenida XV de Novembro.

A avenida Gonçalves Dias – da Câmara Municipal, Defensoria, OAB, IPSM – será mão única da avenida XV de Novembro, na esquina do Posto Montana, sentido a rotatória da avenida Daniel Comboni.    

 

  

 

Fonte: www.correiocentral.com.br - fotos Edmilson Rodrigues